01 de Setembro de 2008

O Diabo tem andado a brincar com as nossas mentes durante séculos. Independentemente do que lhe chamares - O Príncipe da Escuridão, Lúcifer, Belzebu, Mefistófeles - o diabo está profundamente incutido na nossa psique desde a nossa infância. Concepções modernas afirmam que o conceito de Diabo simboliza a própria natureza humana mais obscura e imoral. A sua imagem aparece em quase todas as culturas e sociedades da terra.

A sua representação no cinema aparece em todos os géneros e é representado de imensas formas. E, mesmo assim, ele ainda tem o seu charme. Abaixo, a lista de 10 representações do diabo no ecrã.

10
Elizabeth Hurley
Bedazzled (Endiabrado)

Filme idiota, diabo MARAVILHOSO! Uma pessoa tem que adorar diabos femininos. Então a Elizabeth, com o seu sotaque britânico, dá o toque que faltava neste filme. Ela oferece à personagem do Brendan Fraser desejos para que ele consiga a mulher dos seus sonhos. Mas este é Satanás com quem estamos a lidar, ela armadilha-o e engana-o o tempo todo. Aliás, tal como se espera do Príncipe, ou Princesa das Mentiras.


9
Jack Nicholson
The Witches of Eastwick (As Bruxas de Eastwick)


Seja em que filme o Jack entrar, há garantias de expressões únicas e um desempenho memorável. Este diabo é a personificação dos sete pecados mortais. Principalmente a luxúria.

8
Dan Castellaneta
Futurama

Dan Castellaneta deu voz ao horrível Diabo-Robot em Futurama. O Diabo-Robot vive no Robot-Inferno que ficava debaixo de um parque de diversões. A sua função era atormentar os robots que cometeram vários pecados.

7
Trey Parker
South Park


Trey Parker dá voz a um dos diabos mais mal compreendidos na cultura popular. Apesar de presidir sobre o Inferno e estar em guerra constante com Deus, ele não é representado como cruel ou sem coração. Em South Park ele é, curiosamente, representado como sendo um coração-mole, incompreendido anti-herói, capaz de actos de compaixão e ligações genuínas de emoção.


6
Viggo Mortensen
The Prophecy (Anjos Rebeldes)


Arrepiante! Antes de ele andar enrolado com a Liv Tyler, n' O Senhor dos Anéis, Viggo desempenhou um excelente Lúcifer n' A Profecia. O Satanás de Mortensen é selvagem e simplesmente cruel. Toma esta citação como exemplo (traduzido, obviamente): "Humanos - e como adoro estes macacos falantes por isto - sabem mais sobre a guerra e traição do espírito que qualquer anjo." Vale a pena ver.
5
Tim Curry
Legend (Lenda)


Quase todas as crianças dos 80 lembram-se de terem sido encantados e arrepiados por este diabo. Visualmente deslumbrante este Lorde da Escuridão roubava as atenções todas em todas as cenas em que aparecia. A presença de Tim e a sua voz fizeram um diabo inesquecível.
4
Peter Stormare
Constantine



O diabo deste actor sueco é perfeito. Vestido de branco mas virtualmente a pingar de maldade. Tão furioso que Constantine estará prestes a escapar por entre os seus dedos, retira o cancro dos pulmões de Constantine - forçando-o a reviver - para evitar que ele seja levado para o Céu. Realmente um Satanás de recordar.


3
Al Pacino
The Devil’s Advocate (O Advogado do Diabo)


Este Satanás não é o demónio habitual. Ele era rico, calmo, suave e ganancioso com um charmo luxuriante que só Al Pacino soube demonstrar. Perfeito.
2
Harvey Stephens
The Omen (A Profecia)


Não há sobra de dúvida que a interpretação do jovem Harvey, como o Diabo em criança, é um dos mais arrepiantes. E não era preciso muito - bastava ver como as coisas se tornavam num inferno à sua volta. A cena mais perturbante do filme é quando uma freira se enforca dizendo "faço isto por ti Damien!" As seguintes partes desta mini-série eram bons mas faltavam a atmosfera arrepiante do original.
1
Rosalinda Celentano
The Passion of the Christ (A Paixão de Cristo)


Quer se ame ou odeie este filme, há que admitir que o Satanás andrógino de Rosalinda está entre um dos mais arrepiantes. Ela goza e tormenta Jesus como uma cobra. Adorei a sua representação porque nunca havia visto algo semelhante antes. Em vez de ser representado como o anti-Cristo, este diabo é representado como a perversão da Família Sagrada - imitando Maria e carregando uma criança-demónio como se estivesse a gozar com Jesus enquanto bebé. Realmente perturbante.
publicado por Arms às 00:58
Muito afú a lista. Eu não faria melhor.

O que até hoje eu mais me arrepio é o Lucifer do Viggo Mortensen, principlmente na cena onde ele está com a boca ensanguentada dizendo algo como "eu poderia amar vocês". Cruzcredo.

Se a lista continuasse eu adicionaria:
- De Niro, em coração satânico;
- ninguém, no Bebê de Rosemary (o diabo não aparece em pessoa);
Bruno Campelo a 30 de Janeiro de 2009 às 11:14
o Robert De Niro no filme coração satânico.Ele estava maravilhoso nesse personagem
Anónimo a 26 de Abril de 2009 às 22:31
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
blogs SAPO
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
17
18
21
22
23
25
27
28
30
pesquisar neste blog