10 de Junho de 2008

Chamo por ti mas não me ouves, não vens, não olhas. Procuro por ti mas não te encontro, não te vejo, não te sinto. E fico escondido na minha própria mente, rondando as palavras que te quero dar e não posso. Não existes ainda. Não estás cá para ouvir as palavras que te quero dedicar. Mas não me sais do pensamento. Sonho contigo mas nem te conheço. Imagino-te. Crio-te. E continuas a esconder-te de mim. A escapar por entre os meus pensamentos como um gato brincalhão. Troçando de mim. Atiçando-me. Forçando-me a correr atrás de ti. Atrás de alguém que ainda não se cruzou comigo e que já deixa saudades. As palavras seguem-se umas às outras. Coloco-as em fila de espera. Fico a circundar as palavras, prometendo um dia dá-las, copiosamente. Mas, por enquanto, enquanto espero que chegues e me vejas e me ouças, vou guardando-as. Um dia também tu conhecerás as palavras que nunca te disse e que estão guardadas.

(Um outro esboço)
publicado por Arms às 03:34
tags:
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
blogs SAPO
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
17
21
22
24
26
28
29
30
pesquisar neste blog