20 de Agosto de 2006

É difícil...

É difícil ficar a olhar para os outros a avançar com as suas vidas e eu aqui, estagnado como águas turvas de pântanos. Cheguei à conclusão de mais uma dura realidade: muito provavelmente terei que repetir o meu primeiro ano do meu curso. Seria uma conclusão banalíssima se não fosse pelo facto de eu fazer 26 anos no próximo mês. Sinto que algo me impele de não avançar, de não evoluír.

É difícil ficar a ver os outros a conseguirem ter uma simples relação, alguém que os ama - ainda que por breves períodos, não interessa. E eu, aqui, completamente esquecido, de uma memória que nunca ninguém teve. Seria um pensamento banal, se não fosse pelos seis anos de solidão.

É difícil ver os meus amigos a conseguirem comprar casa quando eu fico aqui, nesta casa alugada, gastando o meu dinheiro inutilmente.

Mas, no entanto, no meio destas conclusões ridículas (porque são) cá estou, lutando. Sangrando e suando para conquistar algo que apenas vejo no horizonte: a minha felicidade.

E lembro-me das frases ditas por alguém que já nem tem nome nem cara, mas que persiste na minha memória.

"Um diamante é um pedaço de carvão que se saiu bem sob pressão."
"Aquele que tentou e não conseguiu é superior àquele que nada tentou."
publicado por Arms às 01:45
É talvez dos textos mais genuínos que li na blogosfera nos últimos tempos. Quem lê, assim de longe, sente-se mal, sufocado. É assim qualquer coisa parecida com um sentimento de impotência a dobrar.

Mas o segredo está na capacidade de acreditar que amanhã vamos acordar cheios de força para dar a volta por cima. Podia contar-te algumas coisas da minha vida para te mostrar que também já me senti assim. Tenho 24... tudo está a correr bem? Não. "Só" falta alguém com quem partilhar o muito que já construi com esta idade. Mas não vou forçar nem entregar o ouro ao bandido! Já lá vai o tempo em que não percebia o meu-valor!

Obrigado por teres passado pelo meu canto!
Força
Aquele abraço
Coool a 20 de Agosto de 2006 às 03:47
Também tenho 24... Tenho muito. Talvez mais que muitos. Falta-me alguma coisa? Sim... Parece que falta sempre alguma coisa. E se um dia nada faltar? Nem sei... Arranjo com que falte? Ergue essa cabeça rapaz. A vida está toda à tua espera! Hoje podes nada ter mas tens o meu respeito, amizade e carinho. Hoje, como sempre. Catarina
Anónimo a 20 de Agosto de 2006 às 12:12
Existe muito mais gente que pensa o mesmo que tu. Acredita. Nunca deixes é de lutar pelo contrário e eventualmente tudo vai mudar :*
Saki a 20 de Agosto de 2006 às 13:48
Não deixes que a vida - a tua vida - se pinte de cinzento, nem deixes que ela se compare à vida que os outros têm!...

É claro que a solidão não é coisa que se deseje para preencher a vida, mas, por tudo o que já li, talvez tu sejas mais forte do que a força que julgas ter.

São ridículas as conclusões? Deixa que sejam assim!... São elas que te ajudam a tentar. São elas que te ajudam a fazer alguma coisa.

Se consegues ver a felicidade, ainda que só no horizonte, não te desvies do rumo. Mesmo que o caminho seja árduo!
driftin' a 20 de Agosto de 2006 às 16:29
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
blogs SAPO
Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
pesquisar neste blog