19 de Novembro de 2007

Fui etiquetado pelo TheTalesMaker a responder a este desafio. E este desafio é daqueles que, chiça penico (para não dizer pior). Fui 'convidado' a falar dos meus sonhos possíveis e impossíveis, que gostava de realizar. Muito bem, falemos deles então:

Sonhos possíveis:
- Amor - Ya, eu sei! Básico! Mas o que posso fazer? Chamem-me de romântico incorrigível (aliás, penso que já me chamaram disso). Mas quero um amor. Mas alguém que me mereça, porque, sinceramente, estou farto de pseudo interessados que só acabam por me desiludir. Enfim. E, bolas, eu mereço. Já suportei demasiado da solidão. I want my piece of heaven, honey! And I want it right now!!
- Profissão - Aqui as coisas complicam-se e muitos dos que me conhecem me chamariam de doido em 2.3 segundos se me ouvissem dizer isto. Apesar do jeito (e paixão) que tenho pelo desenho, não tenho a certeza se é na área que quero trabalhar. Não sei porquê, nem sei explicar. O que sei mesmo é que não sei o que quero da vida. Olha, quero uma profissão fulltime e receber os meus tustos no fim do mês que me dê para sobreviver.
- Casa - Yep! Já tenho aquela vontade de ter o meu ninho. Uma casa viria mesmo a calhar! Tenho preferência por casas estilo loft (espaços grandes e amplos e poucas divisões). E janelas altas, com muita luz. Se eu quisesse pouca luz em casa, morava numa gruta!
- Mundo - Gostava de conhecer o mundo. Viajar. Ver. Aprender. Conhecer. Houve planos, em tempos, de um interrail que nunca chegou a ser realizado. Penso que está na altura de re-buscar essa ideia. What ya think Cat?

Sonhos impossíveis:
- Ser o primeiro artista plástico a ser enterrado em Marte -
Sim! Bom, sonhos impossíveis... Deu-me esta panca na faculdade e pegou! Sempre disse aos meus colegas: "Se eu não for famoso pela minha arte, gostava de ser famoso por ser o primeiro artista plástico a ser enterrado em Marte!"
- Ver uma explosão de um supernova ou de uma galáxia - Sempre tive curiosidade por estrelas e pelo universo e o meu sonho mais antigo e de certo modo secreto (uma vez que nunca surgiu em conversas e, logo, ninguém sabe. Até agora!) é ver as explosões de supernovas e galáxias. Não sei! Deve ser por causa das cores e especialmente pela ausência de som.
- Viver até aos 500 anos - Pronto, gostava! Dava tempo para eu poder viajar pelo mundo e conhecer tudo (ou quase). Mas deve ser cá um tédio! Especialmente se eu fosse o único a viver até aos 500 anos! Enfim...
publicado por Arms às 10:43
tags:
Achei piada ao sonho impossível de viver até "aos 500 anos". Sabes, é um dos sonhos que não tenho. Acho que o tempo é o tempo, só isso- o que se faz com ele. E os ciclos são também só isso. Seria uma banalidade dizer que o segredo está em viver os momentos como se fossem os últimos. Mas neste momento acredito nisso de forma muito estruturada!

Aquele abraço!
Kokas a 19 de Novembro de 2007 às 12:09
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Que texto! Que texto! Sou solteiro por opção e que...
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
blogs SAPO
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
16
26
pesquisar neste blog