16 de Setembro de 2008

Todos dizem a mesma coisa. Promessa vãs de um possível futuro mais claro e melhor. Mas tudo o que consigo ver é uma grande nada. É realmente triste, chegar a um ponto em que não se tem esperanças nem expectativas. Quando se perde todo o brilho nos olhos e se torna neste triste, oca e insignificante carcaça. (OK! Being really dramatic right now!) Mas esta sensação claustrofóbica de isolação, de solidão, a prensar sobre mim, dia após dia, em camadas, como placas metálicas de decepção, tristeza, pena de mim mesmo, depressão e pessimismo. Toneladas de placas sobre a minha cabeça. (Risos.) Nunca pensei chegar a este ponto. Nunca pensei que a minha vida seria assim. Tanto potencial. Tanta força de vontade. Tantos planos e tantos sonhos. Humf! Tudo... Tudo isso perdido por causa de um pequeno erro, que parecia ser uma grande conquista. Gawd! Devo estar mesmo um trapo emocionalmente. O mais ridículo é que sempre fui o oposto do que sou. Tão triste... Até alguns amigos me evitam. Quem poderá censurá-los? Até eu tenho dificuldades em aturar-me por vezes...

E esta solidão. Esta carência afectiva. é realmente tão frustrante quando recebo novidades de amigos que encontram alguém e iniciam namoros e eu fico ali, à espera, sentindo pena de mim mesmo como se isso servisse de consolo. Imaginam o quanto é frustrante as pessoas dizerem-te que és uma pessoa fantástica e que serias ideal e continuas ali como que à espera de alguém, que nunca aparece? É frustrante. Deprimente. Gawd! Até pareço um potencial suicida a falar. Nem isso sou capaz de fazer, de tão letárgico que estou... Parece que estou por ali, à espera do dia do juízo final. Completamente entregue à minha mediocridade, lamentando a minha insignificância.

Nunca pensei. Realmente nunca imaginei que pudesse estar tão perdido e sozinho como tenho andado. Como alguém disse, algures não sei onde: "Maldita maturidade!" Realmente. E o que me lixa nisto tudo é que tenho mesmo a noção de que ando literalmente a desperdiçar os meus anos e não consigo fazer absolutamente nada para mudar. Fico ali apenas.

Nunca pensei dizer isto mas parece-me que estou a precisar de apoio profissional. Isto está a ir para além do meu controlo...
publicado por Arms às 13:03
Diz a experiência (neste caso a minha), que a ajuda profissional, até é útil, mas para disfarçar aquela sensação de que atingimos o fundo do poço mas... ups... ainda conseguimos ir mais fundo.
Mas se não for por vontade própria não saímos de lá nunca...
Eu pessoalmente gosto muito da frase generalizada que aplicam em mim, que é mais ou menos do estilo "És um gajo 5 estrelas, impecável, tens uma maneira de ser espectacular mas... (há sempre um mas), não fazes o meu estilo de homem".
Ainda não percebi que esta coisa do estilo tem alguma coisa a ver com moda ou decoração, acho que um dia me vou debruçar nisso.
Tendo feito no dia 31 de Agosto (quem se lembra destas datas), 5 anos que estou sozinho a única coisa que me mantém com a cabeça erguida chama-se esperança (isto é tudo muita giro, quando na realidade eu já sei que vou ficar para tio... dos sobrinhos que não tenho...).
Life it's a bitch.
Ruka a 16 de Setembro de 2008 às 14:44
o apoio profissional não serve para aliviar pequenas sensações >(.
serve para nos resolvermos interiormente e nos potenciarmos a ser melhores pessoas.
parte de nós e é uma viagem tal como a vida. ninguém cresce se se mantiver na mesma paragem. se sozinhos estamos a derrapar sem sair do mesmo sítio então nada melhor que um puxãozinho. mais tarde o nosso potencial pode ser libertado e teremos uma viagem muito mais interessante e uma vida mais plena e completa.
força nisso arms, toma coragem e não hesites :)
Anónimo a 17 de Setembro de 2008 às 12:24
Oi Arms!

I am so sorry you're going through this difficult moment, darling!

Mas não te deves deixar ir abaixo, pá. Mesmo que o amor esteja a demorar a chegar, mesmo que a solidão te ronde deves erguer a cabeça e andar para a frente, lindo!
A vida é assim mesmo (eu sei, já passei por essa fase também: letargia): há um motivo para tudo, tenta aprender com o que sentes (e muda o que estiver mal). Não sei se estou a fazer sentido!

Não tenhas pressa de viver: às vezes o tempo parece parar, mas é por uma razão específica. E não te concentres na vida alheia, pois os teus amigos só estão a seguir o caminho deles, o seu destino...o teu é obviamente outro...descobre qual!

Podes procurar ajuda profissional se quiseres, mas eu digo-te que se quiseres acharás a resposta dentro de ti: tu consegues!

Um abraço forte e beijinhos
Max a 18 de Setembro de 2008 às 15:48
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiria expressar tão bem como tu. É exatamente assim que me sinto também. O pior de tudo são as dificuldades financeiras. E maldita maturidade mesmo! Já tou a tomar antidepressivos que de nada me servem e calmantes que finalmente fazem com que eu durma melhor. Ajuda profissional? eu também queria. Mas aqui se nos queremos manter vivos e saudáveis temos que pagar. E bem! E se há pelo estado como não recebem pela prestação que nos é dada, não se esforçam minimamente por ajudar. E psiquiatras é ir à consulta, olhar para ele enquanto esperamos que elabore a receitazinha de medicamentos para mais 6 meses e tá a andar. Quem não tem para pagar só lhe resta lutar ou mudar de vida, e melhorar. Já se passaram 5 anos. Como estás agora?
Susana Sintra a 22 de Agosto de 2013 às 13:25
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
blogs SAPO
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
17
18
21
22
23
25
27
28
30
pesquisar neste blog