11 de Maio de 2006

publicado por Arms às 18:51

Acordei assim, de sobressalto, às seis da manhã... Tive um sonho horrível e um outro completamente estranho. Mas os dois estão ligados aos problemas que tenho tido.

Um deles relativamente à impotência que sinto quando quero desabafar com a minha mãe acerca de mim mesmo. Sinto-me um estranho em casa. A minha mãe não me conhece e nem sei se irá querer me conhecer depois do que tenho para contar. Suponho que ela desconfie mas, ao mesmo tempo, ela dá-me a entender que não sabe - ou não quer saber. E as palavras dela ecoam-me diariamente na minha cabeça: "Só não sei o que não quero saber!"

O outro é relativamente à minha colega de apartamento. Nunca vi aquela rapariga tão em baixo. Sempre a vi como um pilar de titânio, imponente, confiante, desafiante até. Vê-la assim abala com toda uma estrutura de vida que pensava que ela teria. Cortaram-lhe as pernas (metáfora) e ela não faz ideia o que fazer para saír do buraco que escavou. E eu não sei o que fazer para lhe ajudar. As palavras parecem tão inúteis, tão ridículas. Sinto-me mal por não saber o que fazer, por não saber como ajudar - e por não ter tempo, devido às aulas, para lhe apoiar.

Não posso me desviar agora do caminho que tracei. Tenho mesmo muita pena, mas não posso. Ela tem namorado com quem se apoiar, eu não. Ela diz-me que não dou atenção aos projectos que fizémos em comum, que aquilo está em pausa, mas eu não posso dar-lhe atenção agora. Estou a entrar em época da exames, de entrega de trabalhos e, para além disso, eu não namoro. Não tenho mais alguém a quem pedir apoio... só me tenho a mim! Não quero parecer egoísta, mas tenho que o ser. Não posso pôr os problemas dela acima dos meus, não agora! Se o fizer voltarei ao rapaz frustrado, seco e frio que fui nestes últimos anos. Voltarei a ser aquela pessoa triste, sem brilho que tenho sido. E não quero isso. Gosto de estar feliz, apesar de não completamente. Gosto desta nova pessoa que sou...

Já lhe pedi desculpa por não poder ajudá-la... espero que ela não fique ressentida!

Abraços para vocês todos.
publicado por Arms às 06:30
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
subscrever feeds
blogs SAPO
Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
15
16
27
pesquisar neste blog