31 de Agosto de 2006

Como hoje ando em limpezas em casa - já se sabe, rapaz mora sozinho e mamãe fica a 90kms de distância, não vale a pena fazer choradinho. Ai... Saudades de ter cinco anos. Podia desarrumar tudo sem me preocupar em arrumar depois. Mas pronto, não é para me queixar que estou aqui. Como não tenho mais nada que dizer, vejam a vossa astrologia para a próxima semana. XD

Carneiro - Se estiveres sem dinheiro, segue esta dica: compra uma carteira mais pequena, assim não sentirás tanto a falta do dinheiro.
Touro - Essa vida de chifradas que levas, só resulta para os outros que também são Touros.
Gémeos - Aproveita o verão para fazer exercício. De repente entras em forma e encontras um gato para fazer mais exercícios.
Caranguejo - Toma cuidado! O álcool vai acabar por te matar! Principalmente se alguém riscar um fósforo quando estiveres com um litro na mão!
Leão - Tem fé, bola para a frente sem olhar para trás, mas olha sempre para baixo porque está cheio gente com vontade de puxar o teu tapete.
Virgem - O seu futuro é negro, alto e musculado, mas nao vai querer nada contigo porque gosta de mulheres mais experientes.
Balança - Às vezes és João e outras Odete... Não achas que já está na hora de te decidires?
Escorpião - Muito cuidado nas as posições sexuais pois, com tanto veneno no rabo, podes acabar por matar o teu parceiro.
Sagitário - Dieta e praticar exercícios são essenciais a saúde. Aproveita as manhãs solarentas e vai pastar um pouquinho.
Capricórnio - Hoje só terás notícias positivas. De negativo já basta o saldo da tua conta bancária.
Aquário - Descubre quais são as coisas que te são realmente úteis e elimina todo o resto! Podes começar pelo teu horóscopo, por exemplo.
Peixes - Cuidado, podes morrer pela boca, principalmente se descobrem o que andas a dizer por aí.

E aí está! Que o sol não nos queime, que os meteoritos falhem e que o céu não nos caia na cabeça. E divirtam-se que os dias de verão já estão a acabar!

=)
publicado por Arms às 13:21

Vou dia 1 de Setembro passar uns dias a Lisboa, até dia 11. Espero re-encontrar os meus amigos e talvez, quem sabe, fazer novos amigos.

Vocês já sabem como funciona. Quem tem o meu número de telemóvel envia-me um sms. Quem não tiver e quiser marcar um café comigo, deixa um comentário deixando uma mensagem qualquer (eu apagarei as partes que achar serem demasiado privados).

Até lá, mes amis, vou postando mais coisas por aqui. Abraços.

Ah! E modifiquei a minha lista de links a vários blogs. Se algum não estiver lá, desculpem, dão-me o link que eu terei imenso gosto em adicionar. Só não faço publicidade se não me pagarem. XD
publicado por Arms às 02:14
30 de Agosto de 2006

Devido ao post anterior, pus-me a imaginar como seria, para mim, o céu. E, com a ajuda da música Ask the mountains, de Vangelis, o meu céu ganhou rapidamente espaço, tempo, vida e ambiente. Ainda faltam partes, mas isto seria um céu para mim.

Uma planície extensa, como uma savana. Imenso espaço aberto. Tudo plano até coseguir olhar. Ao fundo, no horizonte, uma montanha solitária, como a montanha Kilimanjaro. E uma cidade de mármore e cristais no sentido oposto. Onde o sol brilha e as luzes reflectem-se, criando efeitos de luz como um arco-íris. Um céu alto e azul, aquele azul forte como nas tardes de Verão, e uma brisa fresca como mentol. Um rio largo e comprido, mas calmo, de águas cristalinas. Àrvores sarapintadas pelo espaço todo e manadas de elefantes e zebras do outro lado do rio. Manchas de manadas de gnus, algumas girafas e algumas avestruzes perdidas. E eu, sentado debaixo de um salgueiro chorão, que se inclina sobre o rio, a dormitar. E esta planície é uma ilha que flutua sobre as nuvens, douradas com feixes cor de salmão, aquela cor de salmão que aparece nos pores do sol nos fins de Agosto. E um sol enorme e vermelho, como nos pores do sol africanos. Aqui está uma imagem que dá alguma ideia do que imagino.

Pronto... Sei que o meu céu certamente fica algures em Àfrica. Se bem que, a última coisa que quero ver antes morrer é mesmo o pôr do sol africano. Quero voltar a sentir aquela magia toda. Um dia tento descrever-vos o pôr do sol africano e como nos sentimos realmente pequenos e insignificantes.

Abraços
publicado por Arms às 15:18

Estive a ver os "Anjos na América" e fiquei estupefacto a ouvir e re-ouvir a descrição que o personagem Belize, interpretado por Jeffery Wright, fez quanto ao céu.

"É como São Francisco. Uma cidade grande, cheia de ervas daninhas, mas ervas daninhas florescentes. A cada esquina, uma multidão destroçada e qualquer coisa nova e perversa, a ascender diagonalmente nessa direcção. Janelas ausentes em todos os edifícios, como bocas desdentadas, vento arenoso e um céu cinzento e altaneiro, pejado de corvos. Pássaros proféticos. Lixo amontoado, com lapidações como rubis e obsidiana e vacas cor de diamante a cuspirem ao vento serpentinas e cabines de voto. E todos em vestes Balenciaga, com corpetes vermelhos. Enormes palácios dançantes cheios de música e luz. Impureza racial e confusão de géneros. E todas as deidades são crioulas. Mulatas. Morenas como as fozes dos rios. Raça, gosto e história finalmente suplantadas."

Fiquei a pensar, perante esta descrição do céu, como seria, para mim, o céu... Um dia irei escrever sobre isso.
publicado por Arms às 02:28
29 de Agosto de 2006

Hoje em conversa com as minhas amigas cheguei à conclusão que eu tive o primeiro beijo mais romântico de todas. Isto e o mais tardio. =P

Eu com 20 anos (acho eu). Passagem de ano, um pouco antes da meia-noite. Estava Lua cheia e ela tinha aquele anel à volta dela. Estávamos junto a um poço, no fim de um caminho de videiras. O pessoal divertia-se lá dentro da casa de uma tia de uma amiga minha. Eu estava completamente nervoso. Tremia. Abraçamo-nos e beijamo-nos. Vem aquele vento gélido a acariciar as nossas bochechas, mas não ligámos muito. Depois sentámo-nos nuns bancos que lá tinha.

As lembranças... Enfim, foi um dos meus momentos mais intensos. Fico mesmo muito contente que o meu primeiro beijo tenha sido este.

X)
publicado por Arms às 19:33

O menino Meiguel (correcção, Miguel. Não querendo duvidar que sejas meigo e tal...) deixou-me um comentário no meu blog de desenhos ARMarte, que me fez pensar.

"Será que também sou uma má pessoa por te invejar a capacidade de desenho?... :P"

Não, meu amigo. Não é má pessoa por invejar seja o que for. A inveja faz parte do ser humano. É evidente que também eu te invejo em algumas coisas. É natural. Vemos as coisas que os outros têm e que gostaríamos de ter.

Acontece que muitos são levados pelas suas invejas e se tornam obcessivas. As obcessões é que já são más e tornam as pessoas más.

Lá porque se estipulou sabe-se lá quando que a inveja é um pecado não quer dizer que não se possa sentir inveja de alguém. Desde que essa inveja não nos controle nem nos domine acho até saudável - impele para que lutemos e consigamos também nós aquilo que invejamos. Desde que não afecte o próximo, que isso já entra para outros campos.

E, para que fique anotado, invejo o teu blog, que acho lindíssimo. E invejo o facto de teres alguém na vida. Mas isso não me faz de mim má pessoa. Apenas humano.

Seria mais fácil expôr as minhas ideias numa conversa no msn, pelo que ficas convidado um dia a falar comigo. Aliás, quem quiser que se proponha. =P
publicado por Arms às 15:20

Às vezes temos conversas com pessoas que nos abrem os olhos. Mesmo que sejam de palavras simples. Um pensamento solto que foi dito ao acaso e que, mesmo por mero acaso, acerta em cheio.

Recebi um amigo que quis que eu lhe lesse as cartas de Tarot. Li-lhe. Mas, como ele também lê Tarot, pedi-lhe que me lançasse as cartas. Foi surpreendente. Foi triste mas abriu-me os olhos. E, pensando melhor, nem foi triste, porque não estou triste. Foi intenso. Sim... Diria que é mais isso.

Ele disse-me logo que a minha vida corre como me corre por minha culpa. Que tenho potencialidades de ter o mundo aos meus pés mas que passei a minha vida toda a dedicar-me aos outros. A minha vida ficou para segundo plano. Esqueci-me de tratar de mim mesmo. É um grande defeito meu: pôr os outros acima de mim mesmo. Digo defeito pela situação em que me encontro e pelo facto de que a minha vida poderia estar muito melhor se tivesse dedicado algum tempo a mim mesmo. É verdade que adoro ver as pessoas que me rodeiam sem problemas e ajudo sem pensar duas vezes. Mas fiz isso durante tanto tempo que abandonei-me a mim mesmo. Fiquei como que esquecido numa parteleira, ou posto numa lista de espera.

Parece-me que está mais que na hora de tratar de mim mesmo. Antes que seja tarde demais e eu me perca dentro de mim mesmo. Os meus amigos que me desculpem se um dia negar-lhes algo. Dei tanto de mim a vocês e vocês sabem que eu daria muito mais mas, se não investir em mim mesmo, um dia não estarei cá para vos ir dando muito aos poucos.

Cat, eu sei que tu, pelo menos irás compreender-me perfeitamente. Sabes de que falo. Sabes que eu preciso de dedicar tempo a mim mesmo. Não estou a dizer para me afastar. Apenas que, muito provavelmente direi que não quero falar sobre algum assunto mais pessoal se estiver numa fase mais complicada. Sei que poderei eventualmente falhar para contigo em alguns dias. Mas sabes que nunca, e vinco o nunca, terei a intenção de te negar qualquer ajuda que poderei dispensar. Apenas que já dispensei quase todas as minhas energias a ajudar o enorme leque de amigos que tenho que acabei por me diluir em mim mesmo. Acho que chegou a parte de procurar-me. E penso que já sei como vou começar. Terei, muito provavelmente que pedir a tua força (que sabes que tens) para eu não desistir. Irei começar pela minha mãe. Desta vez não importa a situação. O que importa é que tenho que me encontrar.

Que me dêem forças os meus amigos. Poderei um dia precisar mesmo deles. ;)

Desculpem-me eventuais erros ortográficos, ou mesmo erros semânticos. Quando fico sentimentalão tenho tendência a vomitar palavras em vez de os dizer coerentemente.
publicado por Arms às 01:04
28 de Agosto de 2006

Acordo e vou para a casa de banho e fico parado a tentar perceber o que aconteceu ao frigorífico. Depois apercebo-me de onde estou e rio-me.

Trato do pequeno-almoço. Quando vou arrumar as coisas meto o leite na dispensa e a caixa dos cereais no frigorífico.

o.O
publicado por Arms às 12:54

Fiz umas alterações em relação aos comentários. Pus o comment moderation.

Recebi o meu primeiro comentário homofóbico hoje. Retirei-o e coloquei a moderação de comentários. Assim como eu não sou obrigado a ler tais comentários não quero que nenhum de vocês os leiam. Especialmente pessoas que sejam sensíveis a tais comentários.

Posso vos dizer que não fiquei ofendido, chateado, triste ou deprimido com o comentário porque eu não dou valor a tais comentários vindos de pessoas estranhas. Especialmente se só for para me ofender ou ofender as pessoas que lêem o meu blog.

Desculpem-me se causo algum incómodo a alguém. Mas este meu blog é um espaço onde eu exponho as minhas ideias e as minhas experiências. Só lê quem quer. E só comenta quem quer. Mas exigo o mínimo de respeito para comigo e para quem lê regularmente o meu blog.

Para o anónimo que pôs o comentário: Só leste o meu blog porque quiseste. Nunca ninguém te forçou a nada. Escreveste o comentário para me ofender? Pois lamento informar-te que o teu comentário caiu no ridículo. Terias feito melhor figura se te mantivesses calado. As tuas opiniões apenas demonstraram a tua falta de inteligência e completa ignorância em relação a mim e à sexualidade em geral. Além disso, nem coragem tiveste para colocar uma identificação. Quem é que é mais homem afinal? Eu que até dou a cara ou tu que nem nome colocas?

E não. Não és gay se meteres o teu dedo no cú de alguém. Estás apenas a meter o dedo no cú.
E, o facto de eu falar de homossexualidade não faz de mim necessariamente homossexual. Assim como tu falares de inteligência não faz de ti necessariamente inteligente.
publicado por Arms às 01:32
27 de Agosto de 2006

You came over me
And said
“Tell me if you’re alone tonight can I be by your side?”
- da música Rocket in the sky, de Benny B

Era o que eu precisava agora. Alguém que me dissesse isto e viesse cá ter.
publicado por Arms às 21:45
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Que texto! Que texto! Sou solteiro por opção e que...
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
subscrever feeds
blogs SAPO
Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
pesquisar neste blog