08 de Agosto de 2006

Há poucas coisas que me irritam no ser humano... Isto porque compreendo que ele seja um animal (ir)racional e, logo, tem atitudes deploráveis. Mas, sinceramente, o que me irrita mais é que os ex-namorados dos outros me venham melgar a paciência e descarregar as suas frustrações para cima de mim como se eu fosse o muro das lamentações.

Não me entendam mal, estou aqui para quem quiser desabafar, independentemente do facto de estar chateado com algum amigo em comum. Sei distinguir as coisas... Mas, porra! Não me falem com mau tom ou me venham com atitudes estúpidas para o meu lado por eu simplesmente continuar a ser amigo da pessoa com que namoravam.

Haja pachorra!
publicado por Arms às 23:55

Porque muitos amigos meus pediram... E porque eu não vou poder ir para o Porto confeccionar o prato para os meus amigos da Invicta, aqui está a receita do prato chinês que prometi fazer e ensinar. Assim, cumpro metade da promessa e não sou mal visto... ^^

Tempo de preparação: 35 min
Tempo de cozedura: 25 min
Para 4 pessoas.

Ingredientes:
meia colher de chá de sal;
350g de lombo de porco, cortado em pedaços de garfadas;
2 ovos, levemente batidos;
4 colheres da sopa de farinha de milho;
óleo (ou azeite) para fritar;
1 cenoura média, cortada em palitos;
1 cebola média, picada;
160g de ananás fresco (ou enlatado) em pedaços de garfadas;
meio pimento verde médio, cortado em palitos;
meio pimento vermelho médio, cortado em palitos;
um daqueles saquitos de salada chinesa do Pingo Doce (ou outra marca);

Molho agridoce - ingredientes
3 colheres de sopa de vinagre branco;
3 colheres de sopa de molho de soja;
2 colheres de sopa de puré de tomate;
2 colheres de sopa de açúcar granulado (ou açúcar amarelo);
2 colheres de sopa de sumo de laranja;
2 colheres de chá de farinha de milho;
1 colher de sopa de água.

Molho agridoce - preparação
Misture o vinagre, o molho de soja, o puré de tomate, o açúcar e o sumo de laranja numa pequena tigela. Incorpore na mistura a farinha de milho e mexa bem juntando a água.

Preparação da carne
Esfregue o porco com o sal. mergulhe cada pedaço de porco no ovo e, em seguida envolva na farinha de milho. Coloque num prato em camada unica.

Confecção
1. Aqueça o óleo num wok em lume médio, mergulhe os pedaços do porco durante 3 minutos ou até que fiquem dourados. Retire o porco e seque com papel absorvente.

2. Retire o óleo do wok e limpe com papel de cozinha. Deite um pouco de óleo. Aqueça de novo o wok e salteie a cenoura, a cebola e o ananás durante 2 minutos. Adicione os pimentos e os legumes chineses e frite mais 2 minutos.

3. Adicione o molho agridoce e mexa sempre até sentir começar a engrossar. Adicone a carne ao wok, mexendo bem para encobrir a carne com o molho. Disponha numa travessa e sirva logo.

Nota: Pode acompanhar com arroz chau-chau ou massa chinesa.

Bonne Apetite!
publicado por Arms às 20:24

Oh yes I'm the great pretender
Pretending I'm doing well
My need is such
I pretend too much
I'm lonely but no one can tell

Oh yes I'm the great pretender
Adrift in a world of my own
I play the game but to my real shame
You've left me to dream all alone
Too real is this feeling of make believe
Too real when I feel what my heart can't conceal

Oh yes I'm the great pretender
Just laughing and gay like a clown
I seem to be what I'm not, you see
I'm wearing my heart like a crown
Pretending that you're still around

Too real when I feel what my heart can't conceal

Oh yes I'm the great pretender
Just laughing and gay like a clown
I seem to be what I'm not, you see
I'm wearing my heart like a crown
Pretending that you're still around
publicado por Arms às 12:52

Este post foi retirado devido ao seu conteúdo altamente rídiculo e ofensivamente sem nexo!
publicado por Arms às 02:07

Estou a escrever um livro chamado cartas... Aqui está mais um excerto:

"Continuo a pensar em ti... Esforço-me por não pensar em... Era o que eu mais desejava. Esquecer a tua cara, esquecer o teu cheiro, a tua voz... e aquela forma como me seguravas quando eu precisava de ti. Esforço-me para esquecer os momentos em que te afagava nos teus dias complicados e te aninhava quando precisavas. Tudo para isto... Tudo isso para eu acabar aqui, nesta cama gasta, neste quarto cansado pelo tempo sozinho.
Adorava esquecer-te. Adorava saber que nunca exististe. Adorava... Adorava parar de lamentar a minha vida, como se isso fosse resolver alguma coisa.
Samuel"
publicado por Arms às 00:48
tags:
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
subscrever feeds
blogs SAPO
Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
pesquisar neste blog