30 de Junho de 2007

Decidi fazer as minhas nomeações para a eleição das sete maravilhas da blogoesfera. Podem ver no meu sidebar as minhas nomeações.

Catarina's
Klokio Letras
Midnight
Oh não, criei um blog!
pedro pina
Searching
Zen ma non troppo

Abraços
publicado por Arms às 15:00

A vida é como um jogo de vídeo.

Conforme avanças de nível as dificuldades aumentam.
Começas com muito poucas coisas mas vais recolhendo e perdendo ao longo do jogo.
Quando acabas um nível vem uma sensação de alívio temporário, porque a seguir começas outro nível.
Tens que eliminar pessoas ao longo do caminho.
Tens que resolver enigmas ao longo do caminho.
Tens que descobrir segredos ao longo do caminho.
Recebes bónus de vez em quando.

A única coisa que dava mesmo jeito era ter as vidas que se tem num jogo... e a hipótese de ir recolhendo vidas. E, já agora, se não for pedir muito, os pontos de experiência davam jeito.
publicado por Arms às 14:41

Ontem recebi um convite de ir para o Bairro Alto. No início posso dizer que não me apetecia nada. Mas lá decidi ir na mesma. Ora, isto veio a revelar-se um punhado de surpresas e situações surreais.

A começar logo no metro. Estava eu sentado no metro com o David (colega de apartamento) quando me surge uma gaja a dizer que já não me via há imenso tempo, que já tinha saudades e a perguntar se ainda estava nas Caldas. E eu respondi tudo normalmente. O único problema é que não faço a mínima ideia de onde a conheço.

A seguir foi já no Bairro Alto. Em frente ao Primas. Encontro uma ex professora minha. Pergunta-me o que estava eu a fazer ali. Ora... Isso perguntei eu!! Ela depois perguntou como andam os namoricos e como andam os estudos. Lá vai da explicação toda e, claro está, dos pêsames dela e que a vida é lixada para os mais bonzinhos e que é injusto porque tenho tanto talento e que ninguém repara, que sou um incompreendido pela sociedade, blá blá bla...

No fim, fui ao Purex. OK! Há que fazer um reparo de que detesto ter que me enfiar naquele mar de gente e roçar aqui e ali para poder passar. E o cheiro a xi-xi...!!! Enfim. Voltando ao Purex. Foi a primeira vez que lá entrei. Gostei imenso. Muito retro, tal como eu gosto. E, que música é que começa a tocar? Walking like an egyptian, dos Bangles. Loucura total... Esta sempre foi uma das minhas músicas preferidas. LOL! Lá vou ter com o x4x_it e, tungas, que música é que passa? Venus, dos Bananarama! LOL!

Enfim, afinal a noite foi excelente. E eu comecei a gostar mais do Bairro Alto. Como é que eles dizem mesmo? Primeiro estranha-se, depois entranha-se. No fim não estava à espera do abraço. Confesso ter ficado um bocado sem jeito... Mas soube-me que nem ginjas!
publicado por Arms às 14:31
29 de Junho de 2007

"Sérgio Rodrigo nasceu em Lisboa, em Março de 1980. Desde criança que é fascinado por fotografia e com a chegada da fotografia digital agarrou a sua paixão com mais dedicação e firmeza. A aquisição de um novo equipamento permitiu-lhe explorar outros campos fotográficos, que até então, lhe eram restritos pelas máquinas limitadas que usava. "Registar o mundo que me rodeia tornou-se mais acessível". É um fotógrafo instintivo que apenas procura eternizar o que vê e como vê. Não tendo qualquer formação, pode dizer-se que a sua evolução se deve essencialmente à troca de opiniões e pontos de vista com outros amantes de fotografia, bem como à leitura de obras relacionadas com o tema. Eduardo Gageiro, Sebastião Salgado e Steve Bloom são alguns dos seus autores de referência.
Actualmente a Canon 400D é a sua câmara eleita e gosta especialmente da fotografia e preto e branco. Paisagem, arquitectura, retratos e nocturnos são os seus temas preferidos. "

Sérgio Rodrigo in olhares
Sérgio Rodrigo Homepage
publicado por Arms às 16:35

Alguém consegue me explicar porque razão dou tantas oportunidades a pessoas que não merecem?

Não seria mais simples eu simplesmente eliminá-los da minha vida?

Enfim...
publicado por Arms às 13:30

Eu quero... viver sem ter que me preocupar em contar tostões.
Eu tenho... bons amigos (alguns que me mantêm à tona da água).
Eu acho... que penso demais!
Eu odeio... algumas coisas!
Eu sinto... intensamente. Algumas vezes até demais para o gosto de algumas pessoas!
Eu escuto... se me pedem para escutar!
Eu cheiro... bem. Pelo menos gosto de pensar que sim! (Excepto nos pés... LOL!)
Eu imploro... Nada! Implorar não combina com a minha personalidade!
Eu arrependo-me... de algumas coisas. Podia os ter feito de outra forma. Regra geral não me arrependo das coisas porque se os fiz (ou não) na altura pareceram-me as mais correctas. Logo, nada há para arrepender. As consequências é que depois ditam se os actos foram os mais correctos ou não.
Eu amo... de uma forma que muito pouca gente compreende (ou quer compreender).
Eu sinto dor... quando sou ferido.
Eu sinto falta... de calor humano, de me sentir seguro.
Eu importo-me... com algumas coisas.
Eu sempre... coloco música a tocar assim que acordo.
Eu não fico feliz... quando me magoam.
Eu acredito... que um dia terei paz interior. Até lá é insanidade emocional cá dentro.
Eu danço... mesmo muito mal, mas isso não me importa nada. Danço na mesma!
Eu canto... pior do que danço. Mas isso não me importa mesmo nada. desafino, mas canto!
Eu choro... na teoria! Na prática sou quase incapaz de chorar e isso é péssimo. Devia de soltar.
Eu falho... constantemente. Curiosamente é quando falho que mais acerto.
Eu luto... todos os dias. Um pouquito aqui, um pouquito ali.
Eu escrevo... e escrevo e escrevo e escrevo.
Eu ganho... todos os dias. Um pouquito aqui, um pouquito ali.
Eu perco... todos os dias. Um pouquito aqui, um pouquito ali.
Eu nunca digo... coisas que tenham segundas intenções.
Eu estou... à espera de algumas respostas.
Eu sou... simplesmente.
Eu fico feliz... com as pequenas coisas que a maioria das pessoas não reparam.
Eu tenho esperança... que um dia tenha maior parte do que desejo.
Eu preciso... de oportunidades.
Eu deveria... de deixar de ser tão calão.
publicado por Arms às 13:13
tags:

Ela: Amor, tu estás cá com uma cara.
Ele: Depressão!
Ela: O que precisas é de sexo. Temos que te arranjar uma gaja.
Ele: Xi!! Aí é que ficava mais deprimido ainda. Ainda se fosse um gajo.
Ela: Ai, és daqueles que brinca com rapazes. Ó amor, que não seja por isso...
Ele: Bolas! Já ninguém fica chocado com nada hoje em dia...
publicado por Arms às 12:50
28 de Junho de 2007

'Envelheceste demais por dentro!'

Como me custou tanto a engolir esta frase.

A chapadona -> Tens razão! Minha amiga, nem sabes com tens razão!
publicado por Arms às 16:24

Eu acho bem que me aconteça algo de positivo bem depressa, senão cometo uma loucura e tudo isto vai pelos ares!

I'm a time-bomb ticking... Waiting for the worst moment to explode!!!
publicado por Arms às 13:14

Acordar. Tomar banho. Pequeno-almoço. Sair. Colocar curriculos. Regressar a casa. Almoçar. Sair. Beber café. Ir á net ver os emails. Actualizar o blog. Regressar a casa. Jantar. Sair. Ir trabalhar. Regressar a casa. Dormir.

Parece-me que ando a precisar de incluír encontros sociais. Ando a ficar deprimido. Sinto-me perdido numa vida que não é a que desejava ter.
publicado por Arms às 13:00
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
subscrever feeds
blogs SAPO
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
pesquisar neste blog