26 de Junho de 2007

Começo a ter algumas conclusões acerca de algumas pessoas que me rodeiam. E confesso não serem nada positivas.

É triste quando nos apercebemos que a pessoa que pregava intenções de ser amiga tem comportamentos que demonstram o contrário. Mais triste ainda é quando algumas dessas pessoas têm algum significado para ti. Custa chegar a esta conclusão, mas parece-me que vou ter que reconsiderar algumas das amizades que tenho se não acontecer algo para evitar o fim.

E, no fundo, talvez o fim seja necessário... Ou será que sou eu que espero demais das pessoas que me rodeiam? Ou será que a culpa é minha por ter esta 'estranha' mania de me afeiçoar demasiado depressa às pessoas?

Inevitavelmente, por sucessão de pensamentos, fui invadido pelo sentimento de incerteza acerca das minhas decisões mais recentes. Não sei se estou num bom caminho, apenas sei que é um caminho. Para onde não faço ideia... Se o seguirei até ao fim? Muito provavelmente não. A questão é que existem aspectos da minha vida que precisam de manutenção, e tenho pena que alguns desses aspectos tenham que ser descartados.

O mesmo se aplica aos meus amigos... Ou diria antes, potenciais amigos. O que é uma pena realmente. Vi potencial em algumas dessas pessoas e a única coisa que fizeram foi desiludir-me, vezes sem conta porque sou dos que dão segundas e terceiras, ás vezes, quartas oportunidades às pessoas. Chamem-me burro, enfim!

O que vale é que, no meio disto tudo, aconteceram coisas positivas e conheci novas pessoas que me dão algo de positivo - alguns deles paz... Ou pelo menos serenidade temporária! E isso é bom... É como descansar debaixo de uma árvore após uma caminhada longa!

Enfim... O mais estranho é que nem me sinto mal nem aborrecido com isto tudo que me tem acontecido. Sinto-me estranhamente calmo e, atrevo a dizê-lo, feliz. Apenas sinto que faltam limar umas arestas, polir outras e limpar o pó de outras ainda.
publicado por Arms às 22:27

E agora, curiosidades com imagens!! Ui... Isto evolui! Qualquer dia ainda consigo fazer um curiosidades com som e imagens em movimento e, de repente sou o David Attenborough!! LOL!

O gavião Falco sparverius copula uma média de 600 vezes, para se certificar de que deixa a fêmea fecundada.
Bem... Isto é mesmo o cúmulo da desconfiança!! Coitada da gaviona a levar com o gavião 600 vezes! Nem eu aguentava! Aposto que ela depois enxota o gavião do ninho. Estilo "sai de cima!"

A maior parte das aves nunca canta quando está pousada no solo.
E exactamente pelas mesmas razões que nenhum gay afirma sê-lo ao lado de um bando de skinheads e pelas mesmas razões que nenhum Judeu se enfia num local onde hajam carradas de neo-Nazis!!

Os pinguins fêmea oferecem serviços sexuais a troco de pedras com que possam fabricar os ninhos.
Exemplo vivo de prostituição no mundo animal... A profissão mais antiga do mundo de facto!

Os canários perdem vinte por cento da sua massa cerebral no Inverno.
OK! Os rapazes sabem muito bem que há partes do corpo que encolhem com o frio, por isso isto não é assim tão estranho!! OK! É estranho por ser o cérebro, mas não seria estranho se fosse outra parte do corpo. Excepto talvez o corpo em que aí o canário ficava ridiculamente parecido com o Tweety!!

O papagaio cinzento africano (Psittacus arithacus) possui um notável talento para aprender palavras e imitar sons: o seu vocabulário pode superar as 800 palavras.
Sim! E como diz a minha mãe em relação aos seus filhos: passamos dois anos a ensiná-los a falar e o resto da vida a mandá-los calar!

A maior quantidade de penas contadas numa ave foi de 25 216, num cisne da tundra (Cygnus columbianus). Cerca de 80 por cento das penas estavam localizadas na cabeça do cisne.
OK!! Este não me é estranho pelo facto de maior parte das penas ser na cabeça do animal. O que acho estranho é que alguém, na sua perfeita estupidez, se dedicou a contar as penas no animal. OK! Qual é o interesse em saber que o cisne tem carradas de penas no corpo? Basta olhar para o bicho para saberes que são mais penas que sei lá o quê! Estes ciêntistas têm muito tempo livre para tolices. É como aquela de que as baratas fazem sexo por prazer. Qual é o interesse nisso para a minha vida? Só se eu quisesse fazer criação de baratas!!

Os Phaethornis superciliosus (nome comum deve ser algo como Besourão-de-rabo-branco) são tão maus cantores que na época de acasalamento têm de reunir-se às centenas, para que os seus subtis gorjeios sejam audíveis e atraiam as fêmeas.
Pássaros burros!! Ai! Iam ao supermercado e compravam Axe. Tinham as fêmeas coladas a eles ainda antes de sairem!! Palavras para quê? Borrifa-lhes com 100% feromonas!!!
publicado por Arms às 12:18
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
subscrever feeds
blogs SAPO
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
pesquisar neste blog