31 de Dezembro de 2008

É típico da época. É normal. É comum. Bem... pelo menos para a maioria, que eu tenho por hábito fazer os meus balanços anuais perto do meu aniversário e não no fim do ano. Nem faço, tão pouco, os típicos 12 desejos enquanto ingiro 12 passas de empurão porque 1 segundo por passa não dá... Mas, seja como for, não quis deixar de passar a oportunidade para dizer que tive até um ano bastante agradável. Dentro do que poderia esperar. 
É certo que a crise financeira é uma constante. É verdade que ainda racciono comida e que, por vezes, opto comer uma meia refeição para que tenha algo para comer na refeição seguinte. Não que me esteja a queixar... a vida está difícil mas longe de ser insuportável. E, é por isso que quero agradecer por tudo o que me aconteceu este ano. Tanto os momentos positivos como os negativos.

Em pontos positivos:
- ter saído do bar finalmente e ter ido trabalhar para uma área mais parecida com a minha;
- ter enviado o meu portfolio para a CalArts e ter obtido respostas positivas;
- ter atingido uma estabilidade emocional e ter aprendido a conviver comigo mesmo;
- o recente interesse amoroso, apesar de ainda muito recente, mas seguindo devagarinho mas em bom passo.

Em pontos negativos (sim que há que agradecê-los também):
- continuar com a necessidade de raccionar comida;
- o tratamento aos dentes ter dado meio para o torto por causa do idiota do dentista e agora tenho que recomeçar antes que seja tarde demais;
- o meu peso que nunca mais aumenta para o ideal (só mais 6 quilos... é tudo o que peço);
- o maldito ataque de choro nos meados de Agosto, naquela estação de comboio no meio de nenhures, sozinho (bolas, agora que me lembro... que momento deprimentemente dramático).

Agradecimentos (sem mencionar nomes com o receio de deixar alguém por mencionar. Fica no geral):
- a todos os bloguistas que conheci. Apesar de parecer um bocado lamechas, para mim foi óptimo o contacto (ainda que quase nula) com eles por motivos diferentes.
- a todos os meus leitores que não conheço e que, quem sabe, um dia conhecerei.
- aos meus amigos;
- à minha melhor amiga Cat. Sobrevivemos mais um ano (quase) intactos...

Obrigado por terem-me tornado 2008 inesquecível. Cá vos espero em 2009!

P.S. - Vá lá! Até que nem fui assim tão lamechas como pensava que estava a ser enquanto escrevia... 
publicado por Arms às 02:15
29 de Dezembro de 2008

E eis que mais um ano termina, cheio de planos que não conseguimos concretizar e de coisas que aprendemos que nunca tínhamos imaginado aprender.

Que venha mais um ano de planos furados. =)

Na verdade, o que desejo a todos é um ano de sorrisos, lágrimas, discussões, reconciliamentos, saídas, trabalho, sonhos, pesadelos, amor, paz, diversão, noites em claro, oportunidades, planos, metas, sucesso, erros, bater com a cabeça nas paredes, levar os outros à loucura, abraços, amigos.

Não se preocupem demasiado com o futuro. Muitas das pessoas mais interessantes que conheço não sabem o que querem da vida. 

Deixem que as coisas aconteçam. ;)

Vemos-nos daqui a um ano.
publicado por Arms às 00:24
24 de Dezembro de 2008

Eis que chega mais um Natal. Curiosamente mais depressa do que eu estava à espera. É o que acontece quando se está ocupado...

Assim sendo, deixo os meus votos para todos de um memorável Natal, cheio de prendas, abraços, amor, mimo e paz... e, já agora, uma lareira e os filmes típicos que os canais de televisão passam todos os anos.

Eu, vou seguindo para casa da minha avó onde me espera uma lareira, umas meias de lã para aquecer os pés e pantufas. A minha mamã, a minha mana, o meu sobrinho, os meus primos e tios, o meu padrasto e a minha avó... vai ser do melhor!!

Feliz Natal
publicado por Arms às 00:35
21 de Dezembro de 2008


Seria muito bem passado se esta fosse a paisagem que visse da minha janela...

Se bem que poderia imprimir esta imagem num formato gigante, cortá-lo às ripas e colá-lo nos estores e, sempre que os fechasse, teria esta fantástica paisagem.
publicado por Arms às 12:53

Estás deitado, quase a dormir. Estás tão relaxado e há aquele silêncio de cortar à faca que sabe tão bem e que te faz cair ainda mais no sono. Tens a sensação de estares a meio caminho. Quase. Quase a perder a consciência e quase a entrar no mundo dos sonhos. Estás confortável, quentinho e agasalhado. Tudo está perfeito.

E depois descobres da pior forma que os gatos da tua vizinha (os 200 gatos dela) entraram todos, ao mesmo tempo, em época de cio e é aquela algazarra que te arranca do momento perfeitamente zen até ao estado de ira caótica pura.

E depois as bestas dos gatos (dito com muito carinho) parece que gozam contigo porque calam-se durante o tempo exacto que levas a voltar a dormitar e guincham e miam exactamente quando estás mesmo, mesmo a ir...

Bem vindo aos meses de Dezembro e Janeiro. Época de cio do gatos... Boa sorte!
publicado por Arms às 00:39
18 de Dezembro de 2008

...atendi, ontem,  ao que me pareceu ser a prima da senhora Pau Rosado e Grosso. A excelentíssima senhora 

Maria Pau Folgado


publicado por Arms às 00:47
17 de Dezembro de 2008

  • consegues lembrar-te de como o Micheal Jackson era antes de lhe cair a ponta do nariz. Ou quando ele tinha aqueles olhos esquisitos no clip do "Thriller".
  • sabes o significado profundo de "Wax on. Wax off!"
  • lembras-te de ver "Três é Demais" e o "Saved by The Bell" durante longas horas.
  • tens sempre um canto especial no teu coração para o "Regresso ao futuro".
  • sabes onde ir ter quando queres ir para um local "onde todos sabem o teu teu nome".
  • querias ser um Goonie.
  • conhecias o "The Artist" quando ele era humildemente chamado "Prince".
  • lembras-te que o ATARI era o sistema de jogos topo de gama. Aliás, lembras-te do ATARI.
  • possuis algumas cassetes e alguns álbuns de vinil.
  • faziam-te acreditar que estaríamos a viver na Lua a partir do ano 2000.
  • inserias a palavra "tipo", tipo, em todas as frases.
  • pensavas que o filme "Dirty Dancing" era realmente um BOM filme.
  • lembras-te que os punks realmente chocavam as pessoas.
  • teres chegado até este ponto da lista sem teres ficado totalmente baralhado.
  • acreditavas que "Pelo poder de Greyskull, tu terias poder".
  • estás irritado(da) que nunca pudeste participar nos anos 60, furioso que ainda fazes parte do anos 70 (excepto eu que nasci em 80 mesmo), achas que desperdiçaste demasiado tempo nos 80 e ainda estás para descobrir o que é que os anos 90 realmente significaram.
  • ficaste recentemente horrificado quando começaste a usar frases iniciadas com: "Quando eu era mais novo"; "Quando eu tinha a tua idade"; "No meu tempo"; "Tu sabes, dantes quando..."
  • o estilo de corte do teu cabelo, durante um certo ponto nos anos 80, só poderia ser descrito como "Eu estava só a experimentar algo..."
  • começas a ouvir a pergunta "Porque ainda não te casaste?" não apenas por parte dos teus pais e familiares mas também por parte de amigos que já estão casados.
  • tinhas uma paixão pelo Jon Bon Jovi ou conhecias alguém que tinha.
  • ainda te lembras d'As Fábulas da Floresta Verde
  • ainda achas que o Vitinho era melhor que os Patinhos.
  • clicaste nos links e pensaste "Txii. Ao tempo que não via isto!" ou "Epá! Que saudades!"
publicado por Arms às 01:49
15 de Dezembro de 2008

A vida neste momento anda a ocupar todos os meus tempos livres. De modo que o blog vai andar pouco actualizado.

Só precisam de saber que estou bem de saúde e que ando bem, com umas pequenas novidades e umas boas alegrias.

Parece que não é só a roupa que me aquece este Inverno... e o chocolate quente.

Quando as coisas acalmarem - espero que antes do Natal - voltarei com novidades.
publicado por Arms às 22:26
11 de Dezembro de 2008

Eu - Epá. Boa ideia. Tu, às vezes, até que és inteligente...
Ele - Pois. Felizmente que é só "às vezes".
(segundos depois)
Ele - Quer dizer... eu queria dizer "infelizmente"...
(segundos depois)
Ele - Quer dizer... ter ideias, digo... só "às vezes"
O.O''
Eu - Epá... É que tu nem tens piada nenhuma. Enterras-te sozinho... nem dás luta.
Ele - É um dom!
(segundos depois)
Ele - Quer dizer, uma praga.
publicado por Arms às 00:42
07 de Dezembro de 2008

Ana Maria do Pau Rosado e Grosso

Verídico! Eu hoje fotocopiei o BI de uma senhora Portuguesa com este fantástico nome. (Primeiro e Segundo nome alterados neste post. O que conta aqui são os Sobrenomes)

Nunca pensei assistir a um caso de alguém com um nome estranho. Só imagino que cruzamento de famílias deu origem ao nome... E pergunto: será que esta gente não repara que os seus nomes dão origem a estas pérolas?
publicado por Arms às 23:46
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Que texto! Que texto! Sou solteiro por opção e que...
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
subscrever feeds
blogs SAPO
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
19
20
22
23
25
26
27
28
30
pesquisar neste blog