30 de Agosto de 2010

publicado por Arms às 11:04
29 de Agosto de 2010

Digamos que o meu regresso foi interessante...

 

Entrada no metro.
Arms desce as escadas a ouvir música. 
Rapaz giro sobe e sorri e diz algo que Arms percebe como "Dás-me um beijo?". 
Arms olha desconfiado.
Rapaz giro faz sinal para tirar headphones. 
Arms tira e rapaz giro pergunta: "Emprestas-me um isqueiro?". 
Arms sorri atrapalhado e empresta isqueiro e descai-se dizendo: "Desculpa, percebi outra coisa." 
Rapaz giro pergunta o quê. 
Arms responde com cena do beijo. 
Rapaz giro responde, depois de dar um passo para trás: "Olha que, se eu fosse gay, até te perguntava isso..." 
Arms cora e desce escadas atrapalhado. 
Rapaz giro diz "Xau. Vemo-nos por aí!" 
Arms pensa "Oh sim, por favor!" E sorri o resto do caminho.

 

Estas coisas só comigo...

publicado por Arms às 23:38
25 de Agosto de 2010

"The act of facing one's inmost self with courage, determined to bring every ulterior thought, emotion, and motive to light."

 

Parti para um pouco de prospecção interior... com coragem. Para o campo. Pode ser que me encontre se me perder. Até porque sabe sempre bem voltar à terra... quer dizer, quase... para voltar à terra eu teria que viajar quase ou mais de 9000kms.

 

publicado por Arms às 14:15

Well, parece que vou estar ausente por uns dias... Por isso, uma boa semana para tutti.

 

See you later aligator!

In a while crocodile!

publicado por Arms às 12:19
24 de Agosto de 2010

 

Como disse no post anterior, estive à tarde a desenhar no jardim da estrela (este foi feito depois de me ter fartado das cartas). Este é o resultado. Estive a pintá-lo no photoshop. Ainda está numa fase inicial, tenho que definir melhor os volumes e arranjar um ambiente para inserir os unicórnios. Mas já estou a gostar do resultado.

 

Já vou com 4 horas de trabalho... com umas pausas pelo meio. :P

 

Cliquem aqui caso queiram ver a imagem maior.

publicado por Arms às 23:04

Esta coisa de estar de férias dá nisto. Passei a tarde no Jardim da Estrela a desenhar um baralho de cartas. Já tenho dois feitos por mim com ilustrações e pinturas de artistas e decidi aventurar-me na criação de raiz das minhas cartas pessoais. E, enquanto andava a esboçar a fronha do Rei de Copas pensei: quem poderiam ser as figuras se fossem baseadas em figuras da história recente? (Leia-se "recente" como "no último milénio")

 

Como todos sabemos (ou para quem não sabe) as figuras são baseadas em figuras históricas da seguinte forma:

 

Rei de Ouros - Júlio César, geralmente portando um machado que simboliza as legiões romanas;
Rei de Espadas - o rei isrealita Davi;
Rei de Copas - o rei Carlos Magno;
Rei de Paus - Alexandre, o Grande;
Dama de Ouros - Raquel, esposa de Jacó;
Dama de Espadas - A deusa grega Atena;
Dama de Copas - Judite, personagem bíblica;
Dama de Paus - Elizabeth I, rainha de Inglaterra;
Valete de Ouros - Heitor, Príncipe de Tróia;
Valete de Espadas - Hogier, primo de Carlos Magno;
Valete de Copas - La Hire (Étienne de Vignolles), Comandante francês durante a Guerra dos cem Anos que lutou com Joana D'Arc;
Valete de Paus - Sir Lancelot;


Fica o pensamento. Quem seriam as figuras da Corte das cartas modernas?

E, já agora, já que se tem a mão na massa, quem seriam as figuras da corte no baralho de cartas de Portugal? O rei de Copas, a meu ver, seria o D. Afonso Henriques. A rainha provavelmente seria a rainha D. Leonor. Não sei...

publicado por Arms às 17:13

Damn!

 

O tamanho e visibilidade da borbulha é exponencialmente proporcional à importância do encontro.

 

Já repararam nisso?

 

Damn! Tenho uma borbulha do tamanho do Coliseu de Roma no meio da testa.

publicado por Arms às 11:47

Já tenho saudades das pérolas da minha mãe. Há muito tempo que ela não lança uma calinada qualquer ou me envergonha em público.

 

Tenho que andar mais atento. Vou passar férias a casa dela... pode ser que traga um colar de pérolas.

publicado por Arms às 11:26

Este post vai em sequência ao post O problema de ser solteiro e que foi algo que reparei recentemente. Mais pelo facto de andar mais com os meus colegas de trabalho (todos casados) do que com os meus amigos (que estão de férias). O que me faz pensar no facto de que, eu ter (quase) trinta, ser solteiro e não falar em miúdas fosse motivo de alguma suspeita mas aparentemente não, passa-lhes ao lado. Hmm! Interessante... Enfim, adiante.

 

Pois é. O problema de ser o último solteiro do grupo é precisamente a pressão. Não sei explicar ao certo mas eles vêm com conversas da mulher, do marido, dos filhos, blábláblá... e, de repente, sai logo o típico

"E tu? Pensas em casar e ter filhos?"

Respondo sempre "Não".

Ficam sempre admirados... adoro as expressões! "Porquê? Devias de pensar nisso, já tens mais que idade!"

"Quando estiver a namorar e já ir com dois ou três anos de relação, penso nisso."

 

Não sei, parece que há uma pressão qualquer para casar, ter filhos e netos e constituir família. Pá, não faz o meu estilo. Não agora. Mais tarde, se o sentimento surgir, penso nisso. Não percebo pessoas que tentam planear demasiado a vida. Enfim.

 

Vêm sempre com o: "A vida de casado é porreiro, pá!"

 

"Claro que é! Não tens um espaço só teu. A televisão toca sempre nas novelas. Quando estás a ver uma série ou a bola a esposa chama sempre. Os miúdos destroem tudo (incluindo a tua sanidade). Os bébés não te deixam dormir. Toda a tua roupa de marca transforma-se em nódoas de marca. Chegas ao trabalho de manhã já cansado. Achar uma boa escola é lixado." Podia continuar...

 

Não me levem a mal. Penso em casar. Um dia. Não agora. Agora estou solteiro. Além disso, não tenho estabilidade financeira para aventurar-me num casamento. Bolas, nem sequer tenho estabilidade emocional... ou parceiro para todos os efeitos. Podia casar comigo mesmo mas acho que a Igreja iria não achar muita piada a isso mesmo... não é normal e aborrecido.

publicado por Arms às 11:06

Obrigado a todos que comentaram pelo destaque que recebi. Foi simpático da vossa parte.

 

A todos que passaram, leram mas não comentaram. Obrigado na mesma!

A todos que passaram, leram mas não gostaram. Obrigado também!

A todos que passaram, leram o título, viram os títulos dos posts e acharam que "não. Me don't likey!". Obrigado também!

A todos que passaram, viram o design do blog e disseram "Ui! Isto é tão gay!". Obrigado a vocês também!

Ao gajo (ou gaja) que comentou fazendo copy-paste de parte de um dos meus posts... hey, obrigado pá também!

 

Rebentaram-me com o meu sitemeter. 327 hits! Eu nem sabia que havia assim tanta gente a ler blogs. Tipo, o meu recorde ronda os 90!

 

Thank you!

publicado por Arms às 10:56
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Que texto! Que texto! Sou solteiro por opção e que...
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
subscrever feeds
blogs SAPO
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
16
18
20
22
26
27
28
31
pesquisar neste blog