30 de Agosto de 2006

Estive a ver os "Anjos na América" e fiquei estupefacto a ouvir e re-ouvir a descrição que o personagem Belize, interpretado por Jeffery Wright, fez quanto ao céu.

"É como São Francisco. Uma cidade grande, cheia de ervas daninhas, mas ervas daninhas florescentes. A cada esquina, uma multidão destroçada e qualquer coisa nova e perversa, a ascender diagonalmente nessa direcção. Janelas ausentes em todos os edifícios, como bocas desdentadas, vento arenoso e um céu cinzento e altaneiro, pejado de corvos. Pássaros proféticos. Lixo amontoado, com lapidações como rubis e obsidiana e vacas cor de diamante a cuspirem ao vento serpentinas e cabines de voto. E todos em vestes Balenciaga, com corpetes vermelhos. Enormes palácios dançantes cheios de música e luz. Impureza racial e confusão de géneros. E todas as deidades são crioulas. Mulatas. Morenas como as fozes dos rios. Raça, gosto e história finalmente suplantadas."

Fiquei a pensar, perante esta descrição do céu, como seria, para mim, o céu... Um dia irei escrever sobre isso.
publicado por Arms às 02:28
Adoro essa série... simplesmente perfeita! Por acaso essa passagem também me marcou e fiquei a pensar nela bastante tempo.

Tenho que a rever brevemente...
Miguel a 30 de Agosto de 2006 às 04:03
Não vejo essa série, por isso não vi essa passagem! A minha presença aqui, agora é para te agradecer a força que me deste no meu espaço! Muito obrigado, senti nas tuas palavras a força que me tentas transmitir!Obrigado! Hoje é um dia em que estou mais nostalgico, onde o meu "olhar azul" não me sai da cabeça...que saudades!Mas eu seguirei em frente...eu vou conseguir!Acredito que sim...Abraço
Gaybriel a 30 de Agosto de 2006 às 13:04
O CÉU? Às vezes azul, outras cinzento... há dias que está tatuado de nuvens mas consegue ver-se o sol.

Há um ano via o céu de uma forma muito diferente de como o contemplo hoje! Não sei se é obra do acaso ou fruto do meu desecanto com a Igreja. Isto é denso, confuso. Quando páro para pensar não sei se deixei de olhar para o céu e sentir o que antes sentia.

A visão que tenho, ou tive, será ela uma construção feita por uma "organização" marcada por constantes jogadas de Marketing?~

O céu,o meu céu, não sei como é... mas cada vez mais acho que, de facto, é o limite!

Aquele abraço
Coool a 30 de Agosto de 2006 às 13:04
Excelente essa série! Para mim decididamente que o céu não é o limite, é apenas um guia que me deixa ir muito mais além…

Abraço
Joshua a 31 de Agosto de 2006 às 15:09
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
blogs SAPO
Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
pesquisar neste blog