30 de Agosto de 2007

Os primeiros planetas fora do nosso sistema solar foram apontados em 1990, em órbita a uma estrela moribunda e a expelir radiações, muito diferente do nosso Sol. Desde então os cientistas têm descoberto mundos ainda mais estranhos. Há os gigantes gasosos e os pequenos rochosos. Alguns são mundos de duas-faces, de fogo e gelo, e alguns flutuam pelo vácuo, livres das estrelas. Numa dúzia de anos, desde da descoberta do primeiro, o número de planetas extra-solares ascendeu aos quase 230!

Aqui estão alguns recordistas e alguns esquisitóides...

Número 10: O primeiro

51 Pegasi b foi o primeiro planeta a ser descoberto em órbita a uma estrela normal para além do nosso Sol. O planeta, um Jupiteriano quente, também vai pelo nome Bellerphon, em homenagem ao herói Grego que domou o cavalo alado Pégaso, em referência à constelação onde o planeta está localizado.


Número 9: O mais próximo

Epsilon Eridani b orbita uma estrela alaranjada a 10.5 anos-luz da Terra. Está tão perto de nós que os telescópios poderão fotografá-lo dentro de poucos anos. Orbita demasiado longe da sua estrela para suportar água no seu estado líquido ou vida como nós conhecemos, mas os cientistas crêem que existam outros planetas nesse sistema que possam ser bons candidatos para vida alienígena.

Número 8: Os flutuantes livres.

Há planetas extra-solares que são conhecidos por terem um, dois ou mesmo três sóis. Mas um grupo bizarro de objectos do tamanho de planetas não têm sóis sequer mas, invés disso, flutuam livres pelo espaço. Chamados 'planemos' os objectos são semelhantes, embora mais pequenos, a anões castanhos, estrelas que não tiveram tamanho suficiente para se 'acenderem'.

Número 7: O planeta veloz.

SWEEPS-10 orbita a sua estrela principal a uma distância de apenas 740,000 milhas, tão perto que um ano neste planeta dura apenas 10 horas. Este planeta extra-solar pertence a uma nova categoria de planetas chamados USPPs, ou Ultra short period planets (Planetas com Períodos Ultra Curtos), que têm órbitas de duração menor a um dia terrestre.


Número 6: O mundo de fogo e gelo.


Upsilon Andromeda b está sincronizada com o seu Sol da mesma forma que a Lua está sincronizada com a Terra, tem sempre a mesma face virada para a sua estrela. Esta característica cria uma das maiores diferenças de temperatura que os astrónomos já encontraram num planeta extra-solar. Um dos lados do planeta está sempre quente como lava, enquanto que a outra face deve estar com temperaturas abaixo de congelação.

(continua...)
publicado por Arms às 13:45
tb gosto de astronomia, só tenho pena de não saber muita coisa.
eskimo friend a 30 de Agosto de 2007 às 19:46
Muito interessante. Parabens! =D
Ypslon a 3 de Setembro de 2007 às 11:26
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Que texto! Que texto! Sou solteiro por opção e que...
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
blogs SAPO
Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
29
pesquisar neste blog