17 de Abril de 2008

Ultimamente tenho-me apercebido, cada vez mais, de como tão sozinho me sinto, noite após noite, a cada dia que passa desde que te foste embora. A rotina é bastante básica: faço o jantar, ponho a mesa, sento-me no meu lugar de sempre e chamo-te. E não vens. Só aquele silêncio. Nem sei porque continuo a fazer isto, a seguir esta rotina. Depois olho para a mesa, colocada para duas pessoas e choro. Mais uma vez. Tudo parece correr como se tudo estivesse debaixo de água. Como se eu estivesse a esforçar-me para me mexer, a lutar contra uma corrente qualquer. As manhãs são lentas, as tardes preguiçosas e as noites são sempre solitárias. A solidão, a única coisa que me deixaste quando partiste. E um punhado de memórias... a dor que regressa sempre que me lembro de ti - e como me lembro de ti! Há dias em que sinto que o meu coração vai ceder sobre si mesmo de tanto pensar em ti. Mas tudo o que tenho agora é a tua solidão. E as noites solitárias, dormindo com uma roupa qualquer tua que ficou com o teu cheiro. Os meus amigos tentam de tudo para me distrair. Marcam saídas. Vou. Meto uma máscara e vou. Mas, no fundo, sinto a mesma solidão em qualquer lado. Meto uma máscara e digo que estou bem. Hum.. A quem é que eu engano? Dizem que ainda vou encontrar alguém e amar outra vez. Mas será que não percebem que já encontrei alguém e que me foi roubado? Será que não percebem que não quero mais ninguém, que tinha-te a ti.

Mas, a única coisa que tenho agora, desde que foste levado, são as minhas noites solitárias e as lágrimas que se escapam sempre que me deito.
publicado por Arms às 00:05
tags:
Fizeste-me soltar uma lagrima também, não porque tenha passado por algo do género, mas por momentos meti-me no teu logo e imaginei como seria se isso acontecesse com o meu amor...
Abraço grande
Miguel
Algbiboy a 17 de Abril de 2008 às 14:12
Não estarás tu perdido de ti e uses outra pessoa para te substituir?
Pensa nisso...
1 abraço ;)
Anónimo a 17 de Abril de 2008 às 17:33
algbiboy - A situação não aconteceu comigo, o texto é ficção. Faz parte de um conjunto de textos curtos, de um maior chamado "Ode à minha solidão"! Mas fico feliz que tenha atingido o objectivo a que me propus ao escrevê-lo.

Anónimo - Seria um caso a pensar se o texto não fosse ficção! ;)
Arms a 17 de Abril de 2008 às 18:03
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
blogs SAPO
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
15
18
23
26
28
30
pesquisar neste blog