25 de Fevereiro de 2006

Hoje acordei um tanto ou quanto melancólico... Não consigo explicar porquê. Talvez seja da chuva lá fora e do frio cá dentro, não sei...

Já são horas de almoço e nem me apetece comer. Sou invadido por uma sensação de preguiça que me esmaga sobre o sofá e ponho-me a imaginar. Ponho-me a imaginar coisas tão ridículas como a vida que não tenho, e as situações que não tenho... A mente humana é perigosa, especialmente para nós mesmos. Às vezes acho que somos todos um tanto ou quanto masoquistas... Colámo-nos a estes pensamentos ridículos, sofrendo estupidamente na tentativa de desejar que as coisas melhorem... e não fazemos nada! Ficamos ali, esmagados pela gravidade no sofá, imaginando vidas que não temos em vez de fazermos alguma coisa para mudar a nossa... depois culpamos o destino. Somos tão hipócritas. Eu sou uma hipócrita.

E depois temos uma ideia genial. Decidimos majestosamente que vamos mudar a nossa vida, mudar os nossos hábitos e rotinas, para, talvez, mudarmos a nossa vida. Somos uns mestres geniais... Durante dois dias vivemos intensamente, drogados pelo sentimento de euforia e cegados pela ideia de mudança. Mas volta tudo ao mesmo... Passados dois dias, estamos outra vez, pregados ao sofá, esmagados pelos pensamentos de vidas que não temos. E culpamo-nos a nós mesmos por não termos tido forças para continuar. Somos cobardes. Eu sou cobarde.

O que não nos apercebemos, e que está ali mesmo, debaixo dos nossos narizes, é que não devemos andar à procura de mudanças para termos oportunidades, mas receber as mudanças e abraçar as oportunidades que surgem. Não dizer não quando a oportunidade surge. Sair do sofá e vencer a força da gravidade e sair, viver... como só nós sabemos. Viver como se não houvesse amanhã... Bem, pelo menos viver como se amanhã não importasse. Não vale a pena mudar as nossas rotinas mais profundas à procura de oportunidades... Temos que as procurar na nossa rotina.

Bem, pelo menos é o que eu acho hoje... Mas, também, eu estou esmagado no sofá a imaginar vidas que não tenho, podia estar lá fora agora a viver a minha rotina... abraçando as minhas oportunidades. Mas está a chover e o meu grande inimigo é o meu comodismo.
publicado por Arms às 11:37
acho que deviamos formar uma milícia de "esmagados contra o sofá"...
liliana a 25 de Fevereiro de 2006 às 12:33
Não acho que sejam baboseiras porque concordo totalmente com o que disseste! :)
Pitux a 25 de Agosto de 2006 às 01:06
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Que texto! Que texto! Sou solteiro por opção e que...
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
blogs SAPO
Fevereiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
27
pesquisar neste blog