24 de Julho de 2007

Se me dissessem que o meu dia acabaria como acabou eu não acreditava.

Andei todo o dia a quiexar-me e a lamentar-me como um puto e com uma depressão em cima mas bastou-me o que me aconteceu para isso passar tudo.

Estava a dar um passeio para me distrair quando sou abordado por um senhor de idade. Pediu-me desculpa por me estar a incomodar e pediu-me um cigarro e esmola. Mas eis que o homem começa a chorar. Levei-o para a paragem do autocarro para se sentar e começamos a falar. Disse-me que tem 60 anos, que há 2 anos tinha uma boa vida mas que perdeu tudo. Em 2 anos perdeu a mulher, os filhos e os amigos e que estava a passar fome. Que tinha vergonha de dizer isso. Disse-lhe que, comigo, não precisava de ter vergonha porque também sei o que é passar fome. Levei-o a um café/restaurante lá perto e paguei-lhe o jantar. Neste momento, o arranjo do meu computador pareceu-me superficial.
Trocamos experiências. Falei-lhe da minha vida, como eu congelei a matrícula por causa da saúde da minha mãe, como ajudei a minha mãe quando o meu irmão se meteu na droga, como foi o divórico dos meus pais. Coisas que não diria assim à primeira. O homem começa-me a chorar lá no restaurante, dizendo que o filho não lhe fala, a mulher deixou-o e os amigos abandonaram-no. Tudo porque a empresa onde trabalhava como contabilista faliu e ele ficou sem nada. Que, durante toda a sua vida pensou ter tudo. Que as pessoas são hipócritas. E ficou sensibilizado por encontrar alguém, por mero acaso, que olhasse para ele como humano. Fiz-lhe companhia na paragem do autocarro durante uma hora, sempre conversando sobre as nossas vidas.

Confesso que o homem ajudou-me muito mais. Fez-me pensar. Ainda me faz pensar. Faz-me pensar no que realmente é importante. A vida não são carros, posses e essas coisas. Os amigos nem sempre são os que parecem. Os namoros nem sempre são como são. O que realmente importa e o que realmente conta lá no fundo, mas bem lá no fundo, é quem somos. E hoje (a Cat vai adorar ouvir isto) eu tenho orgulho em ser quem sou. E digo isto com todas as letras.

Fiquei sem o dinheiro para arranjar o meu pc, mas dei um ombro amigo a uma pessoa necessitada. E isso vale mais que tudo.

No fim o senhor disse-me que, para um rapaz com quase 27 anos, eu sou uma pessoa de mais valor que muitos. Isso tocou-me, mexeu comigo. Chorei. Soube bem chorar. E depois ele disse-me que sou um jovem de mentalidade muito avançada e muito humano e que não mude, porque são pessoas como eu que dão esperança à humanidade. Chorei e agradeci o senhor. E ele apanhou o autocarro, com um saquito cheio de comida para amanhã. E eu cheguei a casa sentindo uma paz e um bem-estar que não senti nunca.
publicado por Arms às 00:30
Não imaginas o orgulho que tenho em ti... Cat
Anónimo a 24 de Julho de 2007 às 11:29
Foi sem dúvida uma verdadeira lição de vida e a resposta simples, rápida e de ajuda da tua parte revela a teu interior, do qual te deves orgulhar.
As vezes a paz, que tanto procuramos está em gestos de inter-ajuda e nas pessoas que menos esperavamos.
parabéns por seres assim :)
Mara Pereira a 24 de Julho de 2007 às 12:29
Agora já nada será como dantes! E no dia em que voltar a ler o que não quero, neste blog, vou recordar-te esta história que por ser tua passou a ser nossa, de todos os que se cruzam contigo, nem que seja só aqui!

Aquele abraço!
Kokas a 24 de Julho de 2007 às 12:42
Armindo,

foi do mais bonito k li aki...

foi do mais bonito k ja fizeste

foi do mais bonito k ja te aconteceu....
pedropina a 24 de Julho de 2007 às 21:48
Oh! Tão krido! És o nosso orgulho!
x4x_it a 25 de Julho de 2007 às 02:55
Afinal não sou só eu que,de quando em vez, fico a falar com estas pessoas que fazem da rua a sua casa.
Tenho alguma dificuldade de escrever posts sobre isso porque fico logo com uma imensa vontade de chorar e acabo por apagar tudo.
Mas aquilo que se sente, aquilo que aqueles olhos transmitem, vale mais do que qualquer palavra.

Muito, muito bonito o teu texto.
Graduated Fool a 26 de Julho de 2007 às 05:23
tou sem palavras :)
Valter Ferreira a 30 de Agosto de 2007 às 01:41
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
blogs SAPO
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
29
pesquisar neste blog