24 de Agosto de 2009

Era uma vez uma senhora que vivia num sapato, porque ela simplesmente não tinha dinheiro para poder pagar uma renda. Há uns meses vanlentes atrás, ela pediu ao cabeça-de-vento do seu filho João que levasse a vaca da família ao mercado e o vendesse. E, em vez de vender a Mimosa no mercado, o idiota trocou-a por uns míseros feijões inúteis.


Bom, já todos conhecemos a história dos feijões e como elas se transformaram num pé-de-feijão gigante, onde o João subiu e conheceu o Gigante... e onde o João roubou o Ganso dos ovos de ouro. Certo?

 

Então, aqui vai o resto da história. Os ovos que o João roubou valeram uma fortuna e fizeram do João e da mãe dele bilionários. Compraram casa, mobília, apareceram na Life magazine, na lista dos 100 mais ricos da Forbes, competindo com o Bill Gates. Infelizmente, o Rei de Copas ouviu falar da sua riqueza (como se ninguém no planeta já não tivesse...) e mandou todos os seus cavalos e todos os seus homens para tentarem um acordo com os bilionários.

 

Encontraram o João e a mãe dele nas corridas de cavalos, colocando as apostas nos cavaleiros sem cabeça e, antes que eles pudessem se aperceber, todos os cavalos do rei e todos os homens do rei levaram-nos de volta ao castelo. O castelo ficava lá em cima nas montanhas e estava rodeada por uma fossa profunda cheia de dragões que cospem fogo.

 

O rei encheu o João e a mãe de comida, bebida e entretenimento durante horas. A festa durou até à meia-noite e, enquanto o relógios dava as doze badaladas, as pessoas partiam deixando um sapato para trás e entrando nas suas carroças de abóbora.

 

Mas o João recusou em aceitar qualquer tipo de acordo com o rei, apesar dos pedidos constantes da mãe receosa. Foram banidos para a sua vila de um cavalo apenas - e agora menos uma vaca - e o rei ficou com o ganso para si mesmo.

 

A mãe do João não conseguiu pagar a renda e o único local onde poderia viver na vila era um sapato abandonado por uma velhota que geria uma casa alternativa cheia de imigrantes ilegais de leste.

 

Da última vez que se ouviu, o João estava a trabalhar para um fabricante de velas como cobaia de testes para ver a durabilidade de velas e a mãe dele estava a limpar casa através da Empresa de Limpezas Cinderela.

 

Moral da história... Não tenham filhos!

publicado por Arms às 08:51
Devo dizer que me ri imenso com esta parte "A festa durou até à meia-noite e, enquanto o relógios dava as doze badaladas, as pessoas partiam deixando um sapato para trás e entrando nas suas carroças de abóbora."
Arankal a 24 de Agosto de 2009 às 12:27
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
blogs SAPO
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
26
27
28
29
30
31
pesquisar neste blog