02 de Outubro de 2009

Porque será que são sempre as pequenas coisas que nos lembramos nos momentos estranhos de conversas ou pausas, quando tudo o resto fica desfocado nas extremidades e perdem a sua intensidade? Esqueci-me do cheiro dele, o tom exacto do seu cabelo, as pequenas frases que sempre adorou e que pensava fazer-lhe parecer mais inteligente. A forma como sempre precisava de ter controlo sobre tudo e como nunca estava errado. Até mesmo a forma como sentia perdeu o seu impacto enquanto vou passando pelos canais de televisão nas horas tardias da noite.

 

Em vez disso, são as pequenas coisas que ainda permanecem, adormecidas, até ao momento em que os encontro perdidas numa das inúmeras gavetas da minha memória.

 

Entrei num elevador vazio no outro dia e, enquanto as portas fechavam, era como se ele me estivesse a abraçar outra vez. Roguei pragas e respirei por entre os dentes mas isso não ajudou. Eu podia saborear... Eu podia saboreá-lo. E de repente lembro-me de como ficávamos na cama com o Sol a bater-nos na pele através da janela. Quase nus, dormitando. E eu respirava o seu cheiro enquanto memorizava as linhas dos seus dedos.

 

Comprei uma garrafa de água como já tinha comprado milhões de vezes antes. Mas hoje, neste dia em particular, com o plástico pressionado sobre os meus lábios, lembrei-me. Ele bebia sempre com a boquilha da garrafa entre os lábios. Pressionados firmemente para evitar derramar água, arqueando a língua para evitar engasgar-se. Obsceno. Não intencional. Completamente fascinante.

publicado por Arms às 01:41
tags:
O que a maioria desgraçadamente chama de "pequenas coisas" são na verdade as maiores e melhores coisas. Garanto-te, amigo. Com conhecimento de causa.
Catarina a 2 de Outubro de 2009 às 10:45
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Que texto! Que texto! Sou solteiro por opção e que...
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
blogs SAPO
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
19
21
22
23
25
27
28
30
31
pesquisar neste blog