02 de Novembro de 2009

Minha amiga, eu sei que, do teu ponto de vista, há certas realidades que existem que não consegues entender, especialmente no que toca a sexualidades e a forma como as pessoas as vivem. Tu, sendo heterossexual, e estando a namorar, não te apercebes da enorme liberdade que tens diariamente com o teu namorado. Liberdade essa que tomas como garantida. É que, neste país de democracia, as liberdades só existem para alguns. Deixa-me demonstrar-te as diferenças de realidades. Pode ser que, assim, percebas o quão sortuda és.

 

  • Eu não posso andar de mãos dadas na rua com a pessoa que amo.
  • Eu não posso beijar a pessoa que amo em público.
  • Eu não posso abraçar a pessoa que amo na rua.
  • Eu não posso ter conversas mais carinhosas se estiverem possoas demasiado perto.
  • Quando vou às compras tenho que disfarçar o meu comportamento para que as pessoas não se apercebam que a pessoa que me acompanha não é mais que um amigo.
  • Quando me perguntam se namoro tenho que pensar se devo responder ou não e tenho que pensar no que posso ou não responder.
  • Não posso dar sangue se quero ajudar alguém.
  • Tenho que colocar diariamente uma máscara e disfarçar certas conversas quando estou com amigos.
  • Sou forçado a dizer comentários de pessoas do sexo oposto quando estou rodeados de amigos masculinos de forma a integrar-me para que não suspeitem.
  • Tenho que ter conversas sobre assuntos que não me dispertam curiosidade nenhuma.
  • Tenho que ter um comportamento que não é meu e que, em alguns casos, vai contra os meus valores base apenas para não ser apontado.
  • Não posso visitar a pessoa que amo quando está internado no hospital.
  • Não lhe posso deixar uma herança.
  • Não posso preencher o IRS em conjunto com a pessoa que amo nem tenho acesso aos empréstimos dados a casais.

Mas, o mais importante de todos:

 

  • Sou forçado a negar e encobrir diariamente quase tudo aquilo que me define como pessoa e sou forçado a negar e a encobrir o facto de que amo alguém e a negar essa pessoa.

Tudo isto são coisas que não percebes que me estás a negar sempre que dizes que "não percebes porque quero o acesso ao casamento civil se tenho a união de facto". E, sempre que dizes isso, estás a dizer que o facto de eu amar não tem validade nem igualdade em relação a ti.

 

E, de certeza que existem mais algumas coisas onde a tua liberdade é diferente da minha.

 

E depois dizes-me que és totalmente a favor de igualdade de direitos.

 

Não achas que estás a ser um pouco contraditória? Pensa nisso. ;)

publicado por Arms às 20:34
oi,

faço tuas as minhas palavras... há coisas tão simples, tão básicas, tão boas... e não estão ao alcance de todos... Os heteros, por mto mente aberta que sejam, não têm a noção de como é difícil ser-se homossexual, ter que viver uma vida que não e a nossa, fingir constantemente que somos o que não somos, só porque a maioria fica escandalizada. E depois há umas leizecas feitas por quem julga que sabe tudo sobre a vida, mas nem sabe que Liberdade é um mero conceito e que impedem que o Amor seja verdadeiramente uma coisa incondicional e a 2.
Uma emoção tão básica como estar triste por algo que se passa com quem se ama, tem que ser transformada em cansaço, um gesto tão simples como um carinho, tem que ser uma aperto de mão ou no máximo um abraço com palmadinha nas costas... Os heteros não sabem mesmo a sorte que têm...

Enfim... um dia as coisas mudarão... um dia deixaremos de ser « gajos com plumas, lantejoulas e gajas a coçar a virilha» para sermos cidadão dum estado de direito...

abraço,
fica bem
Ruy [ex a_dreamer] a 3 de Novembro de 2009 às 17:51
muito bem dito.
abraço.
jobé a 3 de Novembro de 2009 às 20:21
Nem mais, amigo! E esta "alminha" vais ter de me apresentar! Acho que teremos uma conversa interessante ;o)
Catarina a 4 de Novembro de 2009 às 09:34
Não o teria posto melhor Ruy.
Lover_boy a 4 de Novembro de 2009 às 19:26
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
blogs SAPO
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
pesquisar neste blog