19 de Agosto de 2010

Eis que volta a ser publicado a revista. Neste caso já foi publicado em Julho... mas só o pude comprar hoje.

 

Será muito mau eu dizer que não gostei desta edição da revista?

 

Estive a folhear e, não sei, não tem o mesmo charme que as primeiras edições.


Primeiro, a textura do papel é diferente. As primeiras edições tinha um papel mais agradável ao tacto e com um cheiro característico. Esta edição tem um papel que nota-se perfeitamente que é acetinado. O toque é mais frio, mais distante... mas plástico e comercial. Não tem o mesmo toque intimista que as primeiras edições.

A encadernação das primeiras edições era mais prático, em termos de arrumação, do que esta edição. É verdade que uma revista agrafada tende a durar mais que uma revista de encadernação térmica mas, não sei, era uma característica da revista.

 

A verdade que pesa na minha opinião também se deve aos temas tratados: Poliamor, relações duradouras, etc. Foram tratados assim muito superficialmente, acho eu, numa tentativa talvez de encaixar o máximo número de temas variados para, talvez fazer perdurar a revista. Não digo que os temas não foram mal abordados, apenas que fiquei com a sensação de que faltava sempre algo mais para dizer.

 

Gostei do novo design do editorial e gostei da escrita. Aliás, fico feliz por manter-se o mesmo nível que as edições anteriores.

 

No entanto, noto que há uma tendência para focar temas de um certo tipo... como é que digo isto?... de gay. Vai parecer estranho ou mesmo estereotipado da minha parte, mas fico sempre com a sensação que focam temas mais para as maiorias dentro da comunidade LGBT. Apenas uma sensação e não consigo especificar exactamente. O que posso dizer é que ainda não vi tratar de temas relacionados com os gays mais heteros... a ver se consigo explicar esta... gays que se identificam (em termos de interesses culturais, sociais e comportamentos) mais com os heteros. Se é que exista interesse cultural e social mais hetero e mais homo... Falo dos rapazes que só são gays em termos de orientação sexual. Gays que não frequentam espaços gays; gays que não têm uma certa forma de se vestir (porque, sejamos honestos, maior parte dos gays não tendem a comprar roupa no estilo streetwear ou assim. Geralmente são peças mais sofisticadas); etc. Confesso que pode ser preconceito da minha parte ter a sensação que a revista tende a tratar temas mais estereotipadas mas não posso deixar de pensar nisso.

 

Confesso que tinha outras expectativas em relação a esta edição. Fico à espera para ver como serão as próximas...

publicado por Arms às 21:05
Tenho exactamente a mesma opinião que tu e por este caminho não vai longe; está cheia de lugares comuns....
Pinguim a 20 de Agosto de 2010 às 18:59
Também penso isso, parece que há um interesse muito grande em agradar ao máximo de pessoas possível. É uma revista gay demasiado centrada em temas gay.
Dois Coelhos a 22 de Agosto de 2010 às 04:16
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Que texto! Que texto! Sou solteiro por opção e que...
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
blogs SAPO
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
16
18
20
22
26
27
28
31
pesquisar neste blog