12 de Abril de 2007

Enquanto os santos fogem
Os homens ficam.
Monstros que rasgam os seus peitos.
Olhos brilhantes e bocas infames,
Lidando com a merda em que nos afogamos.

Ficas na tua torre,
Quase consumida pelo tempo,
Banhado em medo e dor,
Onde mentiras se espalham
Pelos que não descansam.

Há muito que abandonaste as tuas pegadas.
Estás cansado da vida.
Estás cansado de olhar por nós.
E, num desejo secreto,
Tu sorris – viveste vidas eventualmente.

Numa esperança de vidros quebrados
Olhas para a rapariga lá do canto,
Que aproveita para escapar através do vento.

E era a manhã da manhã seguinte.
E apenas tinhas esse desejo...
És o derradeiro poeta.
publicado por Arms às 18:45
mais sobre mim
Prémios
Image Hosted by ImageShack.us
By Eu... Gay... e o meu Mundo
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Etnias

Image Hosted by ImageShack.us
By Felizes Juntos (2009).
quote: o traço bonito e elegante reflectido no ímpeto neutralizado dos dias
By Felizes Juntos (2008)
quote: bom gosto e traço bonito e elegante.


últ. comentários
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
blogs SAPO
Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
17
18
pesquisar neste blog