Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

reflectmyself

reflectmyself

Bairro Alto

Arms, 30.06.07
Ontem recebi um convite de ir para o Bairro Alto. No início posso dizer que não me apetecia nada. Mas lá decidi ir na mesma. Ora, isto veio a revelar-se um punhado de surpresas e situações surreais.

A começar logo no metro. Estava eu sentado no metro com o David (colega de apartamento) quando me surge uma gaja a dizer que já não me via há imenso tempo, que já tinha saudades e a perguntar se ainda estava nas Caldas. E eu respondi tudo normalmente. O único problema é que não faço a mínima ideia de onde a conheço.

A seguir foi já no Bairro Alto. Em frente ao Primas. Encontro uma ex professora minha. Pergunta-me o que estava eu a fazer ali. Ora... Isso perguntei eu!! Ela depois perguntou como andam os namoricos e como andam os estudos. Lá vai da explicação toda e, claro está, dos pêsames dela e que a vida é lixada para os mais bonzinhos e que é injusto porque tenho tanto talento e que ninguém repara, que sou um incompreendido pela sociedade, blá blá bla...

No fim, fui ao Purex. OK! Há que fazer um reparo de que detesto ter que me enfiar naquele mar de gente e roçar aqui e ali para poder passar. E o cheiro a xi-xi...!!! Enfim. Voltando ao Purex. Foi a primeira vez que lá entrei. Gostei imenso. Muito retro, tal como eu gosto. E, que música é que começa a tocar? Walking like an egyptian, dos Bangles. Loucura total... Esta sempre foi uma das minhas músicas preferidas. LOL! Lá vou ter com o x4x_it e, tungas, que música é que passa? Venus, dos Bananarama! LOL!

Enfim, afinal a noite foi excelente. E eu comecei a gostar mais do Bairro Alto. Como é que eles dizem mesmo? Primeiro estranha-se, depois entranha-se. No fim não estava à espera do abraço. Confesso ter ficado um bocado sem jeito... Mas soube-me que nem ginjas!

6 comentários

Comentar post