28 de Junho de 2007

'Envelheceste demais por dentro!'

Como me custou tanto a engolir esta frase.

A chapadona -> Tens razão! Minha amiga, nem sabes com tens razão!
publicado por Arms às 16:24

Eu acho bem que me aconteça algo de positivo bem depressa, senão cometo uma loucura e tudo isto vai pelos ares!

I'm a time-bomb ticking... Waiting for the worst moment to explode!!!
publicado por Arms às 13:14

Acordar. Tomar banho. Pequeno-almoço. Sair. Colocar curriculos. Regressar a casa. Almoçar. Sair. Beber café. Ir á net ver os emails. Actualizar o blog. Regressar a casa. Jantar. Sair. Ir trabalhar. Regressar a casa. Dormir.

Parece-me que ando a precisar de incluír encontros sociais. Ando a ficar deprimido. Sinto-me perdido numa vida que não é a que desejava ter.
publicado por Arms às 13:00

Todos os dias acordamos com espectativas. Enquanto espreguiçamos pensamos que o dia irá correr melhor, ou que este é que é o dia. No fim do dia deitamo-nos e pensamos que amanhã será melhor. Eu sei porque faço o mesmo. Vamos criando as pequenas ilusões de que estamos bem e que a vida nos corre às mil maravilhas. Mas depois acontece algo chamado realidade que nos mostra que afinal ainda estamos lixados. Que o que fizemos foi nada mais que mascarar a merda em que a nossa vida se encontra.

Arranjamos um emprego e, por momentos tudo nos corre bem. Até ao dia em que concluímos que afinal o emprego não era bem aquilo que pensávamos. Que faltava algo chamado realização pessoal.

Conhecemos pessoas novas e, por instantes tudo nos parece correr bem. Até, claro, ao dia em que nos apercebemos que conhecemos muita gente mas nenhum deles se preocupam contigo incondicionalmente. Ou seja, nenhum deles é amigo no sentido verdadeiro da palavra. Digo verdadeiro por hoje em dia as pessoas dão tantos sentidos à palavra amizade como dão à palavra amor.

Apaixonamo-nos. E tudo corre bem. Até ao dia em que a chama se apaga e o nosso coração é arrancado do nosso peito e arrastado pela terra batida e pisado, esmagado para finalmente ser estilhaçado.

Tomamos uma decisão e, por momentos tudo corre maravilhosamente. Só que, no fim apercebemo-nos de que perdemos mais com essa decisão do que esperávamos ganhar.

Mas a realidade é que estamos falidos, sem amigos, sós e numa vida que nunca desejávamos ter tido. Mas não há crise, porque amanhã criaremos mais espectativas. E, por momentos, tudo correrá bem!
publicado por Arms às 12:55

s.m. - aquele bicho estranho que tem a capacidade incrível de desiludir-te.

Hoje dei por mim a pensar em quem não devia. Hoje dei por mim adesejar que tudo estivesse diferente. Hoje dei por mim a desiludir-me.

Sinceramente esperava uma mudança de atitude mas, lá está, a sua capacidade de desiludir os outros é mais forte.

E, mais uns pauzitos de dinamite a acrescentar à bomba relógio em que me tornei!
publicado por Arms às 12:53
mais sobre mim
últ. comentários
Que texto! Que texto! Sou solteiro por opção e que...
Olha eu estou exatamente igual.. Não me conseguiri...
Olá Arms!Há quanto tempo! Não tenho acompanhado es...
aqui ha dias vi te a subir a rua do sol ao rato.j...
Bem fixe isto. Nos extremos há coisas que nem sabe...
se estiver interessado/a num novo template para o ...
Sim, concordo.Mas acima de tudo, mais intervenção ...
Silêncio a mais... nessas viagens todas não há int...
Bom regresso à blogosfera
Concordo com o que dizes, tambem sou solteiro e as...
subscrever feeds
blogs SAPO
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
pesquisar neste blog