Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

reflectmyself

reflectmyself

Testes de alunos do 1º. Ciclo - Verdadeiras pérolas

Arms, 16.05.09
Recebi este mail à dias e decidi partilhar...
- O Papa vive no Vácuo
. (Isso explica muitas das opiniões dele...)

- Antigamente na França os criminosos eram executados com a Gelatina. (Pelo menos não doía tanto...)

- Em Portugal os homens e as Mulheres podem casar. A isto chama-se monotonia. (Eu pessoalmente acho esta fantástica!)

- Em nossa casa cada um tem o seu quarto. Só o papá é que tem de dormir sempre com a mamã.

- Os homens não podem casar com homens porque então ninguém podia usar o vestido de noiva. (Eu não sei quanto a vocês mas eu fiquei esclarecido. Haja alguém que tenha uma preocupação válida! LOOL!)

- Os meus pais só compram papel higiénico cinzento, porque já foi utilizado e é bom para o ambiente. (Que bom!)

- Adoptar uma criança é melhor! Assim os pais podem escolher os filhos e não têm de ficar com os que lhe saem. (Pois é, com os animais de estimação também funciona assim!)

- Adão e Eva viviam em Paris. (Sim! Alguns dizem que aquilo é um Paraíso...)

- O hemisfério Norte gira no sentido contrário do hemisfério Sul. (Viver ao longo do Equador deve ser muito divertido)

- As vacas não podem correr para não verterem o leite. (É bom saber isso)

- Um pêssego é como uma maçã só que com um tapete por cima. (Nunca tinha pensado nisto!)
- Os douradinhos já estão mortos há muito tempo. Já não conseguem nadar! (Conseguem sim! No óleo da frigideira)

- Eu não sou baptizado, mas estou vacinado. (Esta tenho que ensinar aos meus sobrinhos!)

- Depois do homem deixar de ser macaco passou a ser Egípcio. (Há coisas fantásticas, não há?)
- A Primavera é a primeira estação do ano. É na primavera que as galinhas põem os ovos e os agricultores põem as batatas. (Nunca mais como batatas!)

- O meu tio levou o porco para a casota e lá foi morto juntamente com o meu avô. (Bem, se o avô já lá estava...)

- Quando o nosso cão ladrou de noite a minha mãe foi lá fora amamenta-lo. Se não os vizinhos ficavam chateados. (E assim como terão ficado?)

- A minha tia tem tantas dores nos braços que mal consegue erguê-los por cima da cabeça e com as pernas é a mesma coisa. (Acho que a mim aconteceria o mesmo às pernas)

- Um círculo é um quadrado redondo. (Esta é absolutamente fantástica!)

- A terra gira 365 dias todos os anos, mas a cada 4 anos precisa de mais um dia e é sempre em Fevereiro. Não sei porquê. Talvez por estar muito frio. (Um génio!)

- A minha irmã está muito doente. Todos os dias toma uma pílula, mas as escondidas para os meus pais não ficarem preocupados. (Sem comentários)

Fon-fon-fon

Arms, 13.05.09



Olha a banda filarmónica,
a tocar na minha rua.
Vai na banda o meu amor
a soprar a sua tuba.
Ele já tocou trombone,
clarinete e ferrinhos,
só lhe falta o meu nome
suspirado aos meus ouvidos.

Toda a gente - fon-fon-fon-fon -
só desdizem o que eu digo:
"...Que a tuba - fon-fon-fon-fon -
tem tão pouco romantismo..."
Mas ele toca - fon-fon-fon-fon -
e o meu coração rendido
só responde - fon-fon-fon-fon -
com ternura e carinho.

Os meus pais já me disseram:
“Ó Filha, não sejas louca!
Que as Variações de Goldberg
p'lo Glenn Gould é que são boas!”
Mas a música erudita
não faz grande efeito em mim:
do CCB, gosto da vista;
da Gulbenkian, o jardim.

Toda a gente -fon-fon-fon-fon.
só desdizem o que eu digo:
"... Que a tuba -fon-fon-fon-fon-
tem tão pouco romantismo...”
Mas ele toca - fon-fon-fon -
e cá dentro soam sinos!
No meu peito -fon-fon-fon-fon-
a tuba é que me dá ritmo.

Gozam as minhas amigas
com o meu gosto musical
que a cena é “electroacústica”
e a moda a “experimental”...
E nem me falem do rock,
dos samplers e discotecas,
não entendo o hip-hop,
e o que é top é uma seca!

Toda a gente -fon-fon-fon-fon-
só desdizem o que eu digo:
“... Que a tuba -fon-fon-fon-fon-
tem tão pouco romantismo..."
Mas ele toca -fon-fon-fon-fon-
e, às vezes, não me domino.
Mando todos -fon-fon-fon-fon-
que ele vai é ficar comigo!

Mas ele só toca a tuba
e quando a tuba não toca,
dizem que ele continua;
que em vez de beijar, ele sopra...

Toda a gente - fon-fon-fon.fon -
só desdizem o que eu digo:
“... Que a tuba - fon-fon-fon-fon -
tem tão pouco romantismo...”
Mas ele toca -fon-fon-fon-fon-
e é a fanfarra que eu sigo.
Se o amor é fon fon fon fon
que se lixe o romantismo!

Quando eu descobri a lei da gravidade...

Arms, 07.05.09
Quando eu era mais novo tinha a fixação de que poderia voar como o super-homem. Devia de ter aí uns - quê? - cinco ou seis anos. Eu tinha uma toalha vermelha que me dava até aos calcanhares e um pijama azul e consegui vestir - sabe-se lá como - umas cuecas vermelhas que tinha por cima do pijama e fui até ao galinheiro. No meio do galinheiro havia um alperceiro que tinha ramos estrategicamente colocados. Já tinha planeado como havia de fazer para conseguir voar: subia ao aplerceiro, comendo uns tantos alperces para saciar o apetite (sim, porque se uma pessoa vai voar, é bom que voe de barriga cheia!), e atirava-me do terceiro ramo que se estendia mais para cima e não tinha obstáculos. Pois bem, foi o que fiz. Atirei-me e voei durante 1.1 segundos aterrando nada graciosamente, sobre caca de galinha. Isto porque as galinhas, armadas em inteligentes, fugiram todas do caminho. Quer dizer, poderiam ter-se juntando naquela da curiosidade de descobrir o que fazia um chavalo vestido de pijama numa árvore. Eu aproveitava e fazia chicken-surf. Seria giro. Enfim. Assim descobri a lei da gravidade. Mais tarde descobri que a culpa da lei da gravidade era do Newton porque, até ao momento em que ele tornou a gravidade como lei, ela era nada mais do que apenas um exemplo a seguir. E foi por causa disto que nunca mais comi maçãs.

Moral da história: Se Newton fosse Australiano caiam-lhe kiwis na cabeça.

Coisas que aprendi com este episódio:
1 - Eu era um puto ingénuo.
2 - Os alperces pesam no estômago.
3 - Caca de galinha é almofadada.
4 - As galinhas não são curiosas.
5 - Ainda como maçã como vingança - pretendo erradicá-las do planeta, uma dentada de cada vez.

(Se não conseguem perceber ou acharem que algumas coisas não têm nexo, não se preocupem. Não é impressão vossa, é prepositado. Apetece-me um bocado de nonsense!)

Perfeição e beleza

Arms, 02.05.09
Ultimamente tenho tido conversas sobre o que as pessoas percebem por 'perfeito' e, maior parte das vezes, para não dizer todas as vezes, uma das características que apontam como perfeição é beleza. E eu acho isto curioso e pus-me a pensar: porque será? Porque será que confundimos constantemente beleza com perfeição? Nunca percebi esta ligação - nem mesmo quando estudava estética nas aulas de História da Arte - porque acho que alguma coisa pode ser feia e ser perfeita.

Porque perfeição é algo completo, que não admite melhorias porque não necessita delas. E beleza é uma experiência, um processo cognitivo ou mental, espiritual, relacionada à percepção de elementos que agradam de forma singular aquele que a experimenta. Quer dizer, perfeição não varia de pessoa para pessoa mas beleza sim.

Então, como pode algo ser perfeito e belo de forma universal? Não pode, porque cada pessoa vai reagir de formas diferentes à beleza do objecto. Logo, acho curioso que as pessoas me digam que algo, para ser perfeito, precisa de ser bonito. Para mim, o feio pode ser perfeito...

Marketing explicado de forma simples.

Arms, 01.05.09
Curso de Marketing Feminino

1) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
    Chegas perto dele e dizes-lhe:
    -Sou um fenómeno na cama.
Isto é Marketing Directo.

2) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
    Um dos teus amigos chega perto dele e diz-lhe:
    -Aquela mulher é um fenómeno na cama.
Isto é Publicidade.

3) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
    Pedes-lhe o número de telemóvel.
    No dia seguinte ligas-lhe e dizes:
    -Sou um fenómeno na cama.
Isto é Telemarketing.

4) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
    Tu reconheces este homem.
    Chegas mais perto dele, refrescas a sua memória e dizes-lhe:
    - Lembras-te como sou fantástica na cama?
Isto é Customer Relationship Management.

5) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
    Levantas-te,arranjas o vestido, aproximas-te dele e ofereces um copo.
    Dizes-lhe como é bom o seu perfume, das-lhe os parabéns pela sua boa aparência.
    Ofereces-lhe um cigarro e dizes-lhe:
    -Sou um fenómeno na cama.
Isto é Public Relations.

6) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
     Ele chega perto de ti e diz-te:
     -Ouvi por aí que és um fenómeno na cama.
Isto é Branding, o Poder da Marca.

7) Estás numa festa e vês um homem muito fascinante.
    Chegas perto dele e dizes-lhe:
    -Sou um fenómeno na cama, mostrando-lhe uma mama.
Isto é Merchandising.


Curso de Marketing Masculino

1) Estás numa festa e vês uma ganda gaja toda boa.
    Chegas perto dela e dizes-lhe:
    -Sou um fenómeno na cama e resisto toda a noite sem parar.
Isto é Publicidade Enganosa e é punida por lei.

Pág. 2/2