Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

reflectmyself

reflectmyself

Duas fotos

Arms, 31.03.08
Encontrei-te um ano depois, perdido na minha carteira. Julgava ter-me livrado de ti e de todas as provas da tua existência naquele acesso de raiva e dor e desilusão. Mas faltava estas duas fotos, perdidas entre os cartões que raramente usei. É engraçado... Assim que as vi senti aquele impacto da surpresa, mas nada mais. Não houve tristeza, nem choro... nem sequer houve desconforto. Houve nada. Um vazio de sentimentos, como se eu estivesse a olhar para uma fotografia de uma outra pessoa qualquer. E aprecebi-me de que as duas fotos eram apenas bocados de papel revestidos de película brilhante que calharam estarem perdidas na minha carteira. E apercebi-me de que fazes parte do meu passado e que há muito que deixei a memória deste passado largado numa curva qualquer do caminho da vida. Apenas não me tinha apercebido disso antes.

Mais tarde apercebi-me que devo ser dos que aprendem lentamente. Porque, para levar um ano para chegar aqui...

3 comentários

Comentar post